A GAZETA DE ALGOL

"O morto do necrotério Guaron ressuscitou! Que medo!"

Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


fanworks:teorias:teoria_mike_002

Diferentes porém iguais

Autor: Mike Ripplinger
Tradutor: Orakio Rob

Para aqueles que talvez não saibam, existem muitas diferenças entre a versão japonesa de Phantasy Star e a versão em ingles da série. E isso é algo notável.

As diferenças entre as duas versões podem ser apresentadas melhor se começarmos examinando as datas dos jogos. Em primeiro lugar, de acordo com o livro japonês Phantasy Star Compendium, as datas para os PSI, PSII e PSIV japoneses são, respectivamente, AW 342, AW 1284, e AW 2284. No que se refere a PSIII, de acordo com o fã japonês de Phantasy Star Kentaro Yoshizawa, o jogo se passa 2000 anos depois de PSII.

Nao é fácil encontrar as datas para as versões em inglês dos jogos. Primeiro, as datas só aparecem em dois dos quatro jogos, um sendo Phantasy Star IV, que é datado como AW 2284, a mesma data do PSIV japonês (mas essa tendência não continua). A seguir, nos podemos chegar a data do PSII em ingles atraves de algumas deducoes; ha uma certa discussao relativa ao fato de PSIV se passar 998 ou 1000 anos apos o PSII em ingles, entao levando ambas as possibilidades em conta, nos chegamos a duas datas para o PSII em ingles, AW1284 ou AW1286, dependendo de sua opinião a respeito do tempo que separa PSII e PSIV (ver a teoria “A data de PSII”), que explica minha teoria a respeito disso).

Seguindo em frente, diálogos do PSIII em inglês provam sólidamente que “generations of doom” se passa aproximadamente 1000 anos após o PSII em inglês (“Quando Dark Force ergueu-se há 1000 anos atrás, preparativos foram feitos para a fuga de Palma.”). Então, podemos seguramente datar o PSIII em inglês no calendário AW em AW 2284 ou AW 2286, mais uma vez, dependendo da data de PSII. Finalmente, sendo Phantasy Star I datado no próprio jogo como ocorrendo no Século Espacial 342, saber de sua data relativa a outros jogos da série PS nos permitiria converter a data para o calendário AW, para uma melhor comparação com a data japonesa. Como PSI ocorre aproximadamente 1000 anos antes do PSII em inglês, o PSI em inglês pode ser datado como AW 284 ou AW 286, mais uma vez, dependendo da data que se escolhe para o PSII em inglês.

Juntando tudo em uma tabela, as diferenças entre as versões japonesas e inglesas são notáveis:

JogoData da versão em inglêsData da versão Japonesa
Phantasy Star I AW 284 ou AW 286 AW 342
Phantasy Star II AW 1284 ou AW 1286 AW 1284
Phantasy Star IV AW 2284 AW 2284
Phantasy Star III AW 2284 ou AW 2286 (aproximadamente) AW 3284

Nas versões em inglês, 1000 anos separam PSI e PSII, mas na versão japonesa, apenas 942 anos separam os dois. E na versão japonesa, o futuro distante (ao menos em relação as versões em inglês) de AW 3284 é explorado.

Também a origem do sistema Algol difere entre as versões inglesas e japonesas. Não vou entrar em mais detalhes a respeito disso ou sobre quaisquer outras diferenças entre as versões em inglês e em japonês de Phantasy Star, mas se você não estiver convencido, ou se quiser saber mais, eu o convido a ler ” Os dois Phantasy Stars ”, um tratado escrito por mim e Neilast, webmaster do site Beyond Algo . Desnecessário dizer que a comparação entre as datas e origens por si só já provam conclusivamente, sem qualquer dúvida, que os Phantasy Stars em inglês e os Phantasy Stars em japonês existem em diferentes continuidades.

Tendo dito isso, alguns fãs de Phantasy Star preferem, ao jogar a versão em inglês, desconsiderar as diferenças e “jogar na continuidade japonesa,” aceitando as versões em inglês como meras traduções, não diferentes visões, e ignorar quaisquer mudanças que encontrem durante o jogo. Certamente, nao tenho objeções à essa visao.

No entanto, devo discordar respeitosamente se essa visão se extende a incluir a idéia de que “há apenas um 'verdadeiro' universo Phantasy Star,” ou declarar uma continuidade como “oficial” ou “canônica” enquanto a outra não é.

Com todo o devido respeito aqueles que acreditam que há apenas uma continuidade, seja ela a japonesa ou a inglesa, é “oficial” – o que no caso, faria da outra “não-oficial” – eu aponto que você não determina o que é “oficial” em Phantasy Star e o que não é. A única entidade com poder para isso é a Sega Corporation. Eles são os donos de Phantasy Star. O que eles dizem ser “oficial” ou “verdadeiro” é o que é “oficial” e “verdadeiro,” e eles o fazem lançando jogos com o nome “Phantasy Star.”

Numerosos fatos contidos nos jogos provam que os Phantasy Stars em ingles e os Phantasy Stars em japones contam uma historia que, embora incrivelmente semelhante, e tambem diferente o suficiente para estabelecer continuidades separadas; as historias nas duas series existem em “universos” separados. No entanto, cada série é igualmente “real.” Sugerir que apenas um universo é “real” e que o outro é “falso” é algo incrivelmente arrogante; isso sugere que você determina o que é Phantasy Star e o que não é, em oposição à criadora e proprietária de Phantasy Star, a Sega Corporation, determinar isso.

Isso nos traz ao ponto desse ensaio de introdução. Você encontrará links para vários ensaios sobre as opiniões e teorias que tenho a respeito da história de Phantasy Star, e porque eu acredito nelas. Fica como aviso, no entanto, que todas as teorias que irei expor pertencem à continuidade inglesa de Phantasy Star apenas, e como a continuidade inglesa não é plenamente compatível com a continuidade japonesa, minhas teorias também não serão.

Por quê a continuidade inglesa e não a japonesa? Estaria eu querendo dizer que a versão em inglês é a “correta,” e que qualquer um que queira discutir as versões japonesas está errado? De forma alguma. Simplesmente eu mal pude jogar os Phantasy Stars japoneses. Eu sei muito pouco sobre eles. Como posso discutir uma série de video game que nunca joguei com alguma profundidade?

E também, será destacado em muitas – se não em todas – as páginas de teorias que estarei postando que a teoria discutida na página é compatível com o Phantasy Star Ultimate (que você confere traduzido aqui na Gazeta), uma completa linha do tempo e um “universo” de teorias feitas para unir e explicar todas as inconsistências da continuidade inglesa de Phantasy Star. Para maiores detalhes, eu o convido a ver a completa Linha do Tempo de Phantasy Star Ultimate [também em inglês].

fanworks/teorias/teoria_mike_002.txt · Última modificação: 2009/01/13 11:58 (edição externa)

Ferramentas da página