A GAZETA DE ALGOL

"O morto do necrotério Guaron ressuscitou! Que medo!"

Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


fanworks:fangames:chazadventure

Chaz Adventure

O primeiro Phantasy Star genuinamente brasileiro

Existem vários projetos de jogos de fãs baseados em Phantasy Star, mas parece que os jogos sempre ficam só no protótipo… isso até surgir um brasileiro - Rodrigo, o Esper - com seu Chaz Adventure.

Desenvolvido para o RPG Maker 2000 (não é necessário possuí-lo para rodar o jogo), Chaz Adventure prova que é possível termos jogos de fãs completos sobre nossa saga favorita. O jogo não é muito grande: são basicamente algumas horas de jogo, mas sem sombra de dúvidas o jogo é muito interessante, por uma série de fatores que explicarei logo abaixo.

A História

Tudo começa algum tempo antes dos eventos de Phantasy Star IV. Um cientista realizando experiências acaba por injetar acidentalmente em si mesmo um composto que o transforma em um zumbi. Esse é o ponto de partida da trama que tem início em Aiedo, a famosa cidade da Guilda de Caçadores. Chaz, ainda jovem, atuará com sua parceira Alys e com o misterioso R (que, por acaso, é Rune disfaçado).

A trama é simples e direta, mas o que realmente fascina em Chaz Adventure é que, por vezes, realmente se tem a impressão de estar visitando as cidades motavianas de PSIV. Aiedo, por exemplo, foi reconstruída com riqueza de detalhes. Um dos pontos altos de CA é a visita à cidade de Molcum, destruída em PSIV, mas retratada aqui em toda a sua glória de seus áureos tempos. Eu, particularmente, sempre quis saber como era a cidade, e foi incrível poder visitá-la. Rodrigo se encarregou de espalhar por ela referências a PSIV que podem comover alguns.


Molcum antes da destruição de PSIV

Os personagens também estão bem retratados. Chaz faz piadinhas bobas, Rune é metido e Alys durona, em especial com Chaz. Tudo conspira para que você se sinta em casa enquanto joga, em uma realidade não muito distante de algo que realmente poderia ter acontecido pouco antes de PSIV.


Alys, durona como sempre!

Chaz Adventure é como uma daquelas fanfictions que narram pequenas histórias não contadas, sobre como os personagens se conheceram, ou sobre como foram suas primeiras aventuras de embarcarem na jornada que os tornariam verdadeiros heróis. A diferença é que, em Chaz Adventure, você faz parte dessa história.

Pois que venham outros jogos como esse! Talvez o problema por trás dos jogos de fãs baseados em PS seja uma certa pretensão, uma vontade de criar um enorme épico; o que chamamos de dar passos maiores do que as pernas. O grande trunfo de Chaz Adventure é o de contar uma história curta, simples e prazeirosa, como uma boa “fanfiction interativa”.


Mas quem é esse Rodrigo?

Caso você esteja curioso por saber quem é esse brasileiro iluminado que criou este jogo fantástico, a Gazeta de Algol trará, na próxima atualização, uma entrevista exclusiva com ele. Vale à pena conhecer esse fantástico camarada, e ouvir seus conselhos e experiências sobre a criação de um game: quem sabe não é o ponto de partida para que você crie o seu também?

Uma dica: há uma passagem secreta no muro à esquerda do cemitério, em Aiedo…

fanworks/fangames/chazadventure.txt · Última modificação: 2009/01/14 08:51 por orakio