A GAZETA DE ALGOL

"O morto do necrotério Guaron ressuscitou! Que medo!"

Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


fanworks:fanfictions:fic-001

Sei que você está observando

Autora: Jennifer Micelli
Tradutor: Orakio Rob

Eu vejo as árvores, eu vejo a areia, eu vejo o gelo. E eu vejo o inferno. Você está vendo isso, Nero? Monstros horríveis vagando por todo lugar. As pessoas com medo de saírem de suas casas. E é meu dever pôr um fim nisso. Você pode me ver, Nero? Você pode me ver lutar por minha vida, tentando cumprir meu destino e salvar nosso amado lar?

Não deixarei que sua morte tenha sido em vão, Nero. Eu segui suas instruções e encontrei o habilidoso guerreiro chamado Odin. Também tenho mais dois companheiros: Myau, um estranho gato capaz de falar, e Noah, um poderoso Esper que encontrei em Motávia. Ou você já sabia disso?

Eu espero que eles fiquem bem. Não quero que nada ruim aconteça a eles. Vou me sentir tão culpada se acontecer. Você pode ver o que fez a mim, Nero? Vê as responsabilidades que tenho?

Eu não quero morrer, Nero. Quero viver, e quero viver num lugar onde eu não sinta medo de pôr os pés fora de casa, e onde meu rei não me queira morta. Eu quero me casar, ter filhos, e ensiná-los os caminhos do mundo. Como você tentou me ensinar.

Oh, Nero, por quê você tinha que morrer? Ainda havia tanto que eu poderia ter aprendido com você, tantas coisas que você poderia ter me mostrado. Mas agora você se foi e estou aqui sozinha.

Sozinha. Você sempre estará comigo, Nero, mas fisicamente, estou sozinha. Claro, eu tenho Odin, Myau e Noah ao meu lado, mas eles não me compreendem. Ninguém pode me entender como você.

“Sozinha” é uma palavra engraçada. Eu tenho a mim mesma, mas esse é o problema. Se eu pudesse levar meus planos adiante sem pensar, não haveria problema. Mas não sou um robô, Nero. Estou viva, com pensamentos e sonhos. Não quero me preocupar tanto com as coisas. Eu quero me sentir segura.

Eu sei que terei de confrontar Lassic em breve, Nero. Como você me disse. Eu quero que o sistema estelar Algol seja mais uma vez um lugar seguro. Sei que não sou a pessoa mais importante, e que há outras que precisam se libertar deste homem terrível, mesmo que para isso eu deva me sacrificar.

Eu aprendi tantas coisas, Nero. É como se você ainda estivesse aqui. Mas aprendi minhas lições por conta própria. Que elas me sejam tão úteis quanto for possível.

Estou me aproximando do castelo de Lassic. Você pode me ver, Nero? Eu estou pronta para enfrentá-lo, para fazer a ele o que ele fez a você. Nunca mais ele reinará sobre Algol. Vou me assegurar disso.

Será que estou louca, Nero? Será que eu realmente irei encarar Lassic e matá-lo? Eu farei qualquer coisa para vingar sua morte, mas será que eu tenho alguma chance de vencer?

Estou quase lá, Nero. Você está observando? Estou abrindo a porta. Estou entrando. Estou me preparando para a maior batalha de minha vida.

Estou lutando com todas as minhas forças, Nero. Mas acho que não está dando certo. Estou ficando cansada, e a magia dele é muito poderosa. Eu quero impedí-lo, mas acho que não sou capaz.

Estou estirada ao chão, Nero. Tudo dói. Posso ver meu sangue formar uma poça à minha volta. Posso ver o olhar aterrorizado de meus companheiros, que tentam dar continuidade a minha jornada.

Eu fiz tudo o que podia, Nero. Me perdoe por não ter triunfado. Eu queria salvar o sistema estelar Algol tanto quanto você. Por minha causa, nosso amado lar se tornará um mundo infernal, e Lassic reinará mais uma vez.

Talvez, Nero, algum dia surja uma outra garotinha com um irmão mais velho que a ame, e então eles derrotarão Lassic. Então todos poderão viver em paz.

Eu sei que você está observando, Nero. Eu sei que é uma visão horrorosa e desagradável e você pode desviar os olhos se quiser. Mas não se preocupe comigo. Eu estarei com você em breve.

Texto original: http://www.phantasy-star.net/fanfics/micelli/watching.html

fanworks/fanfictions/fic-001.txt · Última modificação: 2009/01/13 11:58 (edição externa)

Ferramentas da página