A GAZETA DE ALGOL

"O morto do necrotério Guaron ressuscitou! Que medo!"

Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


fanworks:fanfictions:eulogia_companheira_caida

Eulogia à companheira caída

Autor: Fernando Raffani

Hoje é um dia triste em Algol. Um dia triste porque todos perderam:

Um bom homem perdeu sua amada irmã;

Outro bom homem perdeu sua amada;

Algumas almas caridosas perderam uma grande amiga;

O mundo perdeu alguém insubstituível;

O ecossistema perdeu uma criatura única;

A igualdade perdeu para o preconceito;

O amor perdeu para o ódio;

O perdão perdeu para a vingança;

A compreensão perdeu para o egoísmo;

A inocência perdeu para malícia;

O bem perdeu para o mal;

Todos perderam a oportunidade de crescer em sua felicidade, entusiasmo, bondade e amor.


Em apenas um ano, Nei fez muito mais do que a maioria de nós faz em uma vida inteira, pagando todo o ódio e o preconceito de que foi alvo com amor, compreensão e, especialmente, fé na bondade humana.

É uma grande ironia que os humanos valorizem tão pouco sua humanidade. Perdidos em sua própria desilusão, eles se tornaram escravos de sistemas automáticos, obedecendo-os cegamente, e não confiando mais em seus colegas humanos. Eles se tornaram um bando de ineptos, que não pensam e não agem por conta própria, rejeitando suas características intrínsecas humanas em favor de uma vida confortável, sem desafios e sem sonhos.

Dentro dessa sociedade deplorável, havia uma mulher chamada de Numan, ou não-humana, que ousou acreditar nos humanos ao invés das máquinas; que ousou perdoá-los por seus erros e crueldades, mesmo nas vezes em que ela foi o alvo das crueldades. Que sonhou com um mundo sem calamidades, onde os humanos poderiam viver suas vidas livremente e plenamente. Que ousou agir para proteger os humanos das ameaças antinaturais. Que ousou abrir mão de sua própria existência para que os humanos pudessem viver.

Descanse em paz, Nei. Você se foi, mas viverá para sempre nos corações e na lembrança daqueles que tiveram o privilégio de experimentar um pouco do seu amor. Seu sacrifício não foi em vão. Aquelas pessoas farão de tudo para assegurar que a sua missão será completada. Assim, onde quer que você esteja, você poderá sorrir aquele seu doce sorriso que nós todos amamos; tendo a certeza que o sistema Algol paradisíaco com o qual você sonhava foi obtido por essa humanidade que você tanto amou.

fanworks/fanfictions/eulogia_companheira_caida.txt · Última modificação: 2012/04/23 02:29 por orakio