A GAZETA DE ALGOL

"O morto do necrotério Guaron ressuscitou! Que medo!"

Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


fanworks:alem_de_algol:linha_do_tempo

A linha do tempo de Além de Algol

Autora: Neilast
Tradutor: Orakio Rob

A história do sistema estelar Algol é muito longa e complexa, e isso se acentua ainda mais quando ela age como a base de um universo de fanfictions. Por essa razão eu criei essa linha do tempo. É um mapa da história do mundo de Além de Algol. Nessa linha do tempo estão listados todos os grandes eventos dos jogos Phantasy Star assim como eventos que eu criei para minha fanfiction.

Um fato que deve ser notado é o de que personagens de histórias de outros escritores por vezes aparecem em meu trabalho. Faço isso com a autorização do autor porque alguns personagens em particular me interessaram. Isso não significa, no entanto, que o Além de Algol seja congruente com os universos de fanfictions desses autores.

ESTA TRADUÇÃO NÃO ESTÁ COMPLETA. Estou traduzindo aos poucos.

OS TEMPOS ESQUECIDOS

BW 1726 (SC 322,74)

Em Dezóris, o templo religioso Corona é atacado no primeiro dia do secular eclipse solar de dez dias. O atacante é Crex, um comandante determinado a conquistar Dezóris. Os indefesos sacerdotes de Corona se fortificam dentro do templo. Eles não tem armas, tem pouca comida e água, e possuem apenas uma tocha para iluminar as noites do eclipse de dez dias. Milagrosamente, a tocha continua a queimar por dez dias, quando o exército que atacava desiste e parte. Os sacerdotes reconhecem a tocha como um artefato sagrado enviado a eles por Deus. Eles chamam a tocha de “Tocha Eclipse”, e conforme se espalhou a história do cerco, a tocha se tornou um símbolo de esperança aos dezorianos oprimidos em qualquer lugar. Em cada eclipse que se seguiu, a chama da Tocha Eclipse é espalhada para outros templos para que, com efeito, ela nunca se apague.

BW 1716 (SC 322.84)

Um sacerdote de Corona com o nome de N'gan, que era apenas um menino na época do cerco a dez anos atrás, parte em uma cruzada para destruir Crex. Crex, como se descobre, é apenas uma marionete de Dark Force. N'gan elimina Crex e derrota Dark Force, ainda que sem que ele saiba, Dark Force não está morto. N'gan se torna um importante herói e líder religioso em Dezóris.

BW 866 (SC 331.34)
A nave espacial Noah, na qual estão milhares de sobreviventes da guerra final do planeta Terra, chega em Algol. Quase ao mesmo tempo, os já entristecidos e amargos terráqueos são influenciados pela presença de Dark Force. Aos poucos, um a um, eles passam a servir Dark Force. Sua devoção a Dark Force eventualmente evolui para uma religião na qual quase todos os terráqueos passam a pertencer.

BW 716 (SC 322.83)
Um oráculo revela que a lenda de Perseus não é uma lenda, mas uma profecia. Um jovem com o nome de Ango aceita a tarefa de cumprir a profecia e derrotar Medusa, uma deusa banida espalhando destruição em Palma. Ango derrota a Medusa, refletindo seu olhar petrificador usando o escudo de espelho Aegis, dado a ele pela deusa Athena. Ango então descobre que Dark Force estava por trás de toda a profecia, e ele derrota Dark Force também.

BW 347 (SC 336.53)
Astrônomos em Dezóris descobrem as civilizações de Motávia e Palma.

A ERA ALISIANA

BW 52 (SC 339.44)
Weyes Landale nasce em Camineet, Palma, na nação-estado de Camnilot.

BW 51 (SC 339.45)
Mieuellen Dern supostamente nasce em Iala, Palma, na nação-estado de Scion.

BW 32 (SC 339.68)
Weyes Landale torna-se um general no exército de Camnilot.

BW 30 (SC 339.70)
Mieuellen Dern torna-se uma general no exército de Scion.

BW 23 (SC 339.77)
Um pequena disputa de fronteiras entre Scion e a nação-estado vizinha Camnilot se transforma em uma guerra. Nações-estado vizinhas entram no conflito. O conflito atinge alcance global e passa a ser conhecido como “A Grande Guerra”.

BW 11 (SC 339.89)
Os exércitos de Scion e Eppi unem-se e atacam Parolit, uma das maiores cidades de Camnilot. Mieullen Dern lidera o ataque mas morre em combate. A guerra começa a morrer logo depois. Uma série de tratados são assinados.

AW 1 (SC 340.01)
A Grande Guerra termina devido à extrema perícia diplomática e militar de Weyes Landale, que sobe ao posto de General-Líder de Camnilot. Como o presidente da vitoriosa Camnilot fora morto em combate, Weyes assume uma posição de liderança na coalizão das nações-estado sobreviventes. Quanto o Ato de União é feito e Palma é unificada sob um único governo, Weyes é eleito Rei de Palma.

AW 26 (SC 340.26)
O Rei Weyes Landale morre. Seu filho, Auras Landale, é eleito e torna-se o novo rei.

AW 38 (SC 340.38)
O Palmanos começam experimentos com tecnologia de foguetes. O primeiro satélite feito pelo homem é posto na órbita de Palma.

AW 84 (SC 340.84)
A primeira espaçonave palmana é enviada em uma missão à maior lua palmana, Dahlia.

AW 89 (SC 340.89)
Nova missão de uma espaçonave palmana, dessa vez rumo à menor lua palmana, Azura.

AW 106 (SC 341.06)
Primeira missão de exploração palmana em Motávia. Primeiro contato dos palmanos com os motavianos. O encontro corre bem, mas há um claro clima de desconfiança entre elas.

AW 119 (SC 341.19)
Primeira jornada dos palmanos a Dezóris. Porém, toda a tripulação morre em um acidente misterioso logo após a aterrissagem.

AW 123 (SC 341.23)
Primeiro contato entre palmanos e dezorianos. Um mal-entendido faz os dezorianos se sentirem ameaçados. Vários astronautas palmanos são mortos na batalha que se segue, bem como vários nativos dezorianos. O contato entre as duas raças é interrompido completamente.

AW 144 (SC 341.44)
Estabelecida a colônia de Paseo, em Motávia. Os colonos dão o nome “Motavilândia” à área parcialmente verde que cerca a colônia. Motavilândia torna-se uma província oficial do reino palmano e, como todas as outras províncias, é governada por um governador eleito.

AW 228 (SC 342.28)
Sirus, futuro governador de Motávia, nasce em Paseo, Motávia.

AW 236 (SC 342.36)
Rayperd Lassic, futuro rei de Palma, nasce em Bortevo, Palma.

AW 240 (SC 342.40)
Alex Ossale e sua futura esposa, Alisa, nascem em Camineet, Palma.

AW 255 (SC 342.55)
O nome “Motavilândia” cai em desuso quando a autoridade palmana em Motávia se amplia para incluir todo o planeta desértico. Muitos nativos motavianos ficam insatisfeitos com isso. Ataques a viajantes e pequenos vilarejos palmanos tornam-se comuns, mas chegam ao fim.

AW 256 (SC 342.56)
Um colono da segunda geração, Sirus, é eleito governador de Motávia. Lassic, um aristocrata sem muita importância e sem ascendentes nobres, mas que é um bom amigo de Sirus, é indicado para a corte do rei Mivas Ossale. Lassic torna-se um amigo querido de Alex, filho do rei Ossale. Lassic, Alex e a noiva prometida de Alex, Alisa, logo tornam-se inseparáveis.

AW 257 (SC 342.57)
Nasce Odin em Scion, Palma.

AW 259 (SC 342.59)

Nasce Noah em Eppi, Palma.

AW 260 (SC 342.60)
Morte do rei Mivas Ossale. Alex Ossale e Alisa Ossale se casam. Eles se tornam rei e rainha de Palma. Lassic torna-se conselheiro-chefe deles.

AW 264 (SC 342.64)
Nasce o filho de Alex e Alisa.

AW 266 (SC 342.66)

Nasce a filha de Alex e Alisa.

AW 267 (SC 342.67)
A família real visita Skure, a colônia palmana em Dezóris. Um grupo de terroristas dezorianos assassina a rainha Alisa Ossale. O rei Alex, o jovem príncipe e a jovem princesa desaparecem. Relutante, Lassic concorda em assumit o trono até que Alex e as crianças sejam encontrados. O rei Alex, disfarçado e com a ajuda de Sirus, muda os nomes e os registros legais de seus filhos. As crianças são levadas para a família adotiva Landale, em Camineet. Ninguém suspeita de sua verdadeira identidade. Alex volta a se esconder, dizendo a Sirus apenas que os estranhos que vieram para Algol não têm boas intenções.

AW 269 (SC 342.69)
Myau nasce em uma colônia de gatos almiscarados próxima à Scion, Palma.

AW 270 (SC 342.70)
A magia de petrificação que aprisionou Medusa enfraquece e ela desperta de um sono de quase mil anos. A culpa por ataques não esclarecidos a viajantes e ao gado recai sobre ela, mas devido ao caos acerca da ascensão de Lassic ao trono não há investigação oficial.

AW 274 (SC 342.74)
O medo da morte que há anos acompanha Lassic torna-se maior conforme ele envelhece. Em uma busca desesperada por paz, ele vai de religião a religião, de filosofia a filosofia, de um médico charlatão para o outro. Por fim, chega a uma misteriosa religião professada por sacerdotes que afirmam ter vindo de fora de Algol — fora da própria galáxia de Andrômeda. Os sacerdotes oferecem a imortalidade a todos os que acreditarem no que eles pregam. Empolgado, Lassic logo se torna um dos primeiros convertidos. Os sacerdotes oferecem a Lassic uma armadura, e ao trajá-la ele muda drasticamente. Rumores e notícias desencontradas nas semanas seguintes falam de um mudança terrível na personalidade de Lassic.

AW 275 (SC 342.75)
Seguindo o conselho dos sacerdotes das trevas, Lassic ajuda a inspirar uma mentalidade anti-esper no povo. Tumultos violentos tomam conta de Palma. Vários espers são forçados a se mudar para colônias isoladas em Motávia e Dezóris. Logo em seguida, Lassic ordena um enorme aumento nos impostos e restringe o comércio e as viagens espaciais. Alex Ossale tenta descobrir o que aconteceu com seu velho amigo, que outrora fora tão gentil e bondoso. Ele teme que os estranhos sobre os quais comentou com Sirus estejam por trás da mudança de Lassic.

AW 281 (SC 342.81)
Luveno, um dos maiores cientistas e engenheiros de Palma e discreto crítico de Lassic, é preso em seu laboratório em Gothic. Acusado de traição, é sentenciado à prisão perpétua na prisão Triada. Luveno é entregue às autoridades por seu assistente, W. Maddock, que quer silenciar Luveno para receber o crédito pelo trabalho do cientista.

AW 282 (SC 342.82)
Lassic interdita todas as rotas de comércio. A fome vai aos poucos tomando conta de cidades inteiras. O comércio e a economia entram em colapso. Vários movimentos de resistência surgem, mas Lassic neutraliza a maioria dele antes que se tornem uma ameaça. O príncipe Ossale, agora conhecido como Nero Landale, se une a um dos movimentos. Nero usa sua posição no espaçoporto de Camineet para desviar suprimentos para os revolucionários. Ele não oferece detalhes sobre suas atividades à irmã, Alis.

AW 283 (SC 342.83)
Odin e Myau se encontram. Os dois se unem e vão à caça da Medusa. Por fim encontram o monstro, mas são derrotados e Odin vira pedra. Myau viaja até Motávia em busca do alsulin para curar Odin, mas ao voltar a Palma é capturado e vendido a um comerciante de uma loja de animais em Paseo. Alex Ossale é assassinado ao investigar os segredos de Lassic.

AW 284 (SC 342.84)
Phantasy Star
"A missão do rei"
Alis torna-se rainha. Myau torna-se conselheiro de Alis e emissário dos gatos almiscarados. Odin torna-se general do exército palmano.

AW 289 (SC 342.89)
Odin casa com uma mulher chamada Valae. Eles têm um filho chamado Tyrone. Odin deixa o exército e assume a posição de conselheiro de Alis.

AW 304 (SC 343.04)
Alis dissolve todo o poder político oficial da monarquia, embora não elimine a monarquia propriamente dita. Um governo representativo eleito como o que havia na velha Camnilot assume o lugar da monarquia.

AW 309 (SC 343.09)
Valae, esposa de Odin, morre devido a uma doença. Quando Tyrone cresce o suficiente para cuidar de si mesmo, Odin volta ao seu velho estilo de vida de caçadas e aventuras.

AW 346 (SC 343.46)
Fundação de Zosa, a segunda colônia palmana em Dezóris. A capital do território palmano em Dezóris muda de Skure para Zosa.

AW 592 (SC 345.92)
A cura milagrosa de uma criança doente é atribuída à intervenção da rainha Alis.

AW 601 (SC 346.01)
Alis Landale é declarada santa pela igreja palmana.

AW 714 (SC 347.14)
Pairus Fents, um biólogo palmano, descobre a tecnologia de clonagem. Ele usa o processo para clonar sua filha, falecida recentemente. Infelizmente o processo ainda não é perfeito, e ela morre.

A ERA DOURADA

AW 845 (SC 348.45)
Os corpos celestes do sistema Algol se alinham. Uma bizarra ocorrência gravitacional faz os planetas Palma e Motávia trocarem de órbita, e Dezóris inclina-se sobre seu próprio eixo. Todos os planetas de Algol são afetados pela adversidade, mas Palma sofre mais profundamente.

Usando seus fantásticos poderes mentais, o bispo Gumbious protege Dezóris dos piores efeitos do desastre. Graças a ele, Dezóris escapa da destruição total. Porém, o incrível ato do bispo resulta em sua morte. Ele é sepultado no necrotério Guaron. O templo Corona, centro de toda a atividade religiosa de Dezóris, muda seu nome para “Gumbious” em homenagem ao bispo falecido.

Enquanto isso, em meio ao tumulto, uma inteligência eletrônica chamada Cérebro-mãe intervém, assumindo o controle de todos os sistemas eletrônicos de Palma. Cérebro-mãe constrói complexos altamente sofisticados e redes capazes de estabilizar o clima abalado de Palma. O governo palmano fica tão grato pela ajuda que permite a Cérebro-mãe continuar seu trabalho sem impedimentos, ainda que ninguém saiba quem a construiu e de onde ela veio. Lentamente, a rede de Cérebro-mãe se espalha por Motávia e Dezóris, e esses planetas também não são estabilizados. A “palmanização” de Motávia tem início.

AW 860 (SC 348.60)
The First Day of Spring" (fanfiction ainda não traduzida)

AW 912 (SC 349.12)
A terceira colônia palmana, Carsonville, é fundada em Dezóris. Devido à sua proximidade de um veio de gás possivelmente letal, a cidade inteira é protegida por um domo de vidro.

AW 1065 (SC 350.65)
Para evitar uma guerra, o governador de Dezóris permite que o líder da ordem política atual em Dezóris controle Carsonville, onde vivem muitos dezorianos.

AW 1107 (SC 351.07)
O primeiro protótipo de uma série de andróides é construído por Alec Wrenner, um engenheiro palmano.

AW 1114 (SC 351.14)
O governo palmano começa a usar andróides para várias tarefas.

AW 1139 (SC 351.39)
Os andróides passam a ser comercializados.

AW 1233 (SC 352.33)
Cérebro-mãe desenvolve a tecnologia de teleporte. São construídas estações de teleporte, unindo todas as cidades dos planetas. As estradas que ligam as cidades tornam-se obsoletas, e a maior parte delas é demolida.

AW 1234 (SC 352.34)
Cérebro-mãe proíbe o uso de veículos e as viagens marítimas em Motávia. Como justificativa, ela afirma que máquinas móveis não são mais necessárias graças ao serviço de teleporte, e que os viajantes marítimos poderiam por em risco o desempenho do Climatrol, que controla o clima de Motávia, situado no centro do lago de Odin.

AW 1250 (SC 352.50)
Cérebro-mãe começa a desenvolver sua própria série de andróides tipo Mieu.

AW 1251 (SC 352.51)
A primeira série de andróides tipo Mieu, desenvolvidos para combate, é disponibilizada ao governo palmano.

AW 1252 (SC 352.52)
Nasce uma criança dezoriana chamada A'Jemm. Depois que são identificados problemas de nascimento na criança, A'Jemm é abandonado na natureza selvagem, conforme o costume aristocrata. Porém, ele é encontrado por um eremita chamado D'azra, que o adota e lhe dá o nome de D'zkot. D'azra cria D'zkot como se fosse seu filho.

AW 1256 (SC 352.56)

Nasce Anna Zirski em Zema, Motavia.

AW 1257 (SC 352.57)
Getting the Demons Out" (fanfictions não traduzida)

AW 1259 (SC 352.59)
O governo palmano desenvolve um plano para iniciar uma exploração massiva do espaço além de Algol. Em preparação para o evento, uma esquadra de quatrocentas naves espaciais de grande porte é construída na lua Dahlia.

AW 1262 (SC 352.62)
Lune nasce em Parolit, Palma.

AW 1263 (SC 352.63)
Alair nasce em Abion, Palma.

AW 1264 (SC 352.64)

Nasce Rolf Landale em Paseo, Motávia. Nasce Shir Gold em Piata, Motávia. Orakio e Rulakir nascem em Loar, Palma. Nasce Laya em Camineet, Palma.

AW 1265 (SC 352.65)

Nasce Hugh Thompson em Oputa, Motávia. Nasce Josh Kain em Kueri, Motávia.

AW 1266 (SC 352.66)
Nasce Amy Sage em Oputa, Motávia.

AW 1267 (SC 352.67)
Siren é criado em Gothic, Palma.

AW 1270 (SC 352.70)
D'zkot ingressa no exército dezoriano após a morte de seu pai adotivo, D'azra.

AW 1271 (SC 352.71)
O modelo Wren Shiren é criado em Gothic, Palma.

D'zkot é promovido a general. Ele é o mais jovem dezoriano a ser promovido a general, e sua ascensão incrivelmente rápida não tem precedentes.

AW 1272 (SC 352.72)

Criação de Mieu, Miun e Mium em Gothic, Palma.

D'zkot é promovido a Rez'tekkan, tornando-se líder do programa espacial dezoriano. Ele é o mais jovem Rez'tekkan da história dezoriana. Na mesma hora ele começa a usar o humilde programa espacial dezoriano em benefício próprio. D'zkot lidera pessoalmente várias missões ao espaço além de Algol, violando diretamente a lei de Cérebro-mãe, com o objetivo de obter suprimentos e formar alianças com poderes interestelares.

Contingency Plans” (fanfiction não traduzida)

AW 1274 (SC 352.74)
Glances” (fanfiction não traduzida)

Uma pequena nave experimental é construída para testar o motor intergaláctico a ser usado pelas naves de exploração gigantes. A bordo estão Rolf Landale e seus pais, que ajudaram a desenvolver a nave. Ninguém sabe que Rolf está a bordo. Pouco depois da decolagem, a nave cai sobre uma nave com passageiros em Dezóris. Todos os passageiros de ambas as naves morrem, exceto por Rolf. Rolf é resgatado por Lutz, que no momento não está em um de seus períodos de hibernação. Polf desperta no local da aterrissagem, sem a menor idéia de como sobreviveu. Logo após o desastre, Cérebro-mãe proíbe todas as viagens espaciais, afirmando que são muito perigosas. Ela promete que uma rede de teleporte interplanetário será desenvolvido, mas o projeto nunca se concretiza. O plano de explorar o espaço além de Algol é abandonado com tristeza. Rolf Landale é posto em um orfanato na cidade de Uzo.

Em Dezóris, muitos palmanos abandonam seus lares e empregos em nome da última oportunidade de voltarem a Palma e Motávia. O governo dezoriano realiza a mudança de trabalhadores dezorianos para as instalações palmanas abandonadas, para manter a indústria e o fluxo de recursos vivos. Enquanto isso, Rez'tekkan D'zkot, contrariando as sugestões de Pai'tekkan K'Cren, começa a buscar uma maneira de construir suas próprias espaçonaves, já que aquelas construídas por Cérebro-mãe não estão mais disponíveis.

AW 1276 (SC 352.76)
Rolf Landale começa a treinar o uso de armas brancas e pistolas. Rudolph Steiner une-se à divisão motaviana do exército palmano.

AW 1277 (SC 352.77)
D'zkot é promovido a Sinc'tekkan, tornando-se vice-ditador de Dezóris. Ele é o mais jovem Sinc'tekkan da história dezoriana. A Nova Ordem é formalizada.

AW 1279 (SC 352.79)
Uma equipe de cientistas e engenheiros cria uma série de andróides completamente indistinguíveis dos palmanos. O medo causado por essa realização leva a alguns tumultos contrários aos andróides em Palma. A desmontagem dos andróides é agendada, mas eles fogem durante a noite. Em Motávia, Rolf muda-se de Uzo para Paseo.

A Nova Ordem constrói sua primeira espaçonave, usando peças obtidas com comerciantes alienígenas e planos roubados de espaçonaves.

AW 1280 (SC 352.80)
Rudolph Steiner casa com uma amiga de infância da cidade de Arima e os dois têm uma filha. Layalyn, irmã mais nova de Laya, nasce em Abion, Palma.

AW 1281 (SC 352.81)
Cérebro-mãe anuncia que um veio de gás altamente letal foi aberto acidentalmente por trabalhadores da mina de lacônia de Skure. Ele suspende temporariamente o bloqueio às viagens espaciais e ordena que todos os colonizadores palmanos sigam para Motávia ou Palma. A maioria obedece, mas alguns recusam-se a partir. Os palmanos que permanecem em Dezóris não são afetados pelo gás, levando muitas pessoas a acreditarem que o desastre fora um engano de Cérebro-mãe, ou mesmo uma armação.

Após a partida dos palmanos, D'zkot aproveita a oportunidade para pôr as fábricas palmanas, as minas e demais construções abandonadas sob o controle da Nova Ordem. D'zkot ordena que a Nova Ordem investigue o vazamento de gás para descobrir se o gás pode fazer mal aos dezorianos. A investigação o leva a acreditar que, embora isso não possa ser provado, o “desastre” não passou de uma farsa perpetrada por Cérebro-mãe.

AW 1282 (SC 352.82)
Rolf Landale se torna agente da divisão do governo palmano em Paseo.

The Hand That Feeds You” (fanfiction não traduzida)

Logo em seguida, os cientistas palmanos no laboratório de biossistemas principal de Motávia criam uma forma de vida experimental pela mistura de DNA palmano e animal. Mas Cérebro-mãe “reprograma” a forma de vida com um surto de energia cuidadosamente agendado. A criatura, conhecida como “Neifirst”, desperta e enlouquece. Os cientistas sobreviventes são forçados a fugir. Neifirst, enfurecida pelo complexo de deus dos cientistas, decide dar a eles uma dose de seu próprio remédio criando incontáveis monstros. Ela se teleporta para o Climatrol e começa a sabotar os controles de clima. O governo palmano tenta encobrir o incidente fechando o laboratório de biossistemas e pedindo a Cérebro-mãe que repare os danos. Surpreendentemente, Cérebro-mãe não faz nada, permitindo que Neifirst cause o máximo dano possível aos palmanos. Nas semanas seguintes, os biomonstros de Neifirst se espalham por Motávia e causam danos enormes. A esposa e a filha de Rudolph Steiner são mortos por um grupo de biomonstros. Rudo deixa o exército e se torna um caçador de biomonstros.


A personalidade original de Neifirst, anterior à reprogramação e que agia como seu lado humano, consegue de alguma forma se “separar” dela. O resultado é uma nova criatura, gêmea de Neifirst, que assume o nome “Nei”. Ela foge de Neifirst e vaga pelas florestas até encontrar Rolf, que a leva para casa e passa a criá-la como se fosse sua irmã mais nova. A princípio alguns temem e desconfiam de Nei, mas a maior parte das pessoas acaba aceitando-a como um ser humano.

Continua na parte 2 (a ser traduzida)

fanworks/alem_de_algol/linha_do_tempo.txt · Última modificação: 2009/01/19 16:25 por orakio