A GAZETA DE ALGOL

"O morto do necrotério Guaron ressuscitou! Que medo!"

Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


diversos:reportagens:reportagem_003:reportagem_003_002

Phantasy Star Compendium

Baseado na Tradução de Rebecca Capowski

Autor: Orakio Rob

Parte 2

Vamos começar a conhecer alguns detalhes muito interessantes sobre a série Phantasy Star. Nessa parte, daremos atenção especial aos personagens dos jogos, com desenhos raros dos mesmos antes de receberem suas versões definitivas. A generosa galeria de arte do Phantasy Star Compendium nos fornece artes maravilhosas dos heróis de Algol.

PHANTASY STAR I

Alis Landale

compendium-alis.jpg

Repare na grande quantidade de desenhos de Alis. De acordo com as legendas, ela foi a que teve mais desenhos por ser a heroína do jogo. Veja que interessantes os diferentes estilos dados a ela por Rieko Kodama.

De acordo com o Compendium, o pai de Alis, Aures Landale, rei de Algol, foi assassinado em AW 327, quando a princesa Alis tinha apenas um ano. Ela foi entregue a uma família adotiva, pois corria perigo de vida, e cresceu acreditando que estes eram seus verdadeiros pais. Nero não é seu irmão de sangue, embora ela não saiba disso. Detalhe interessante: Quando Alis deu início à sua jornada em AW 342, ela tinha apenas 15 anos!

O que se sabe sobre Alis após PSI é que ela se tornou rainha, e poucos anos depois desapareceu em um estranho evento que será contado na próxima parte desta matéria. O livro não especifica se ela retornou ou não a Algol.

Myau

compendium-myau.jpg

A aparência de Myau estava decidida desde o início, por isso não foram necessários muitos desenhos dele. O Compendium diz que a raça de Myau tem uma capacidade natural de compreender um pouco da língua falada, mas que as habilidades de Myau ultrapassam em muito às de seus companheiros de espécie.

Os feitos de Myau se tornaram famosos, e deram origem ao hábito de grandes guerreiros terem gatos almiscarados como animais de estimação. Como seu habitat natural é Palma, esse costume provavelmente explica como foram parar em Dezóris (como visto em PSII e PSIV).

Odin

compendium-odin.jpg

Odin é mesmo o rejeitado da série. Além de não ser mencionado nos jogos posteriores a PSI, ele tem poucos desenhos também. Informações sobre ele? Nenhuma, o Compendium praticamente ignora esse grande guerreiro. Mas esse desenho dele com a armadura laconiana (canto inferior direito) já é um bom presente para os fãs…

Noah

compendium-noah.jpg

Noah, Lutz, chame-o como preferir: esse é o personagem favorito de Kodama-San. Veja como suas feições se tornam femininas no desenho da esquerda. E que tal seu visual mais “esportivo?”

Ao contrário de Odin, existe bastante informação disponível sobre Noah. Pouco após derrotar Dark Force, ele descobriu que o portão dimensional aberto por Lassic não poderia ser fechado, e que sofreria flutuações a cada mil anos. Esse evento daria origem à série de preparativos que levariam Noah a ser congelado.

É atribuída a Noah a descoberta das técnicas (não confundir com magias), no estranho evento do desaparecimento de Alis, que será contado na próxima parte da matéria, e ele e seus companheiros Espers foram também responsáveis pela criação das armas Nei. O ano de sua morte foi AW 1299, mas como se sabe, sua consciência foi preservada na esfera telepática a seu próprio pedido.

PHANTASY STAR II

Rolf & Nei

Aos 10 anos de idade, Rolf estava a bordo de uma espaçonave que explodiu, matando todos os seus tripulantes, inclusive seus pais e ele mesmo. Rolf foi ressuscitado por Noah (embora Rolf não se lembre disso) e criado em um orfanato. Esse acidente de nave foi causado pela própria Cérebro-Mãe, provavelmente para servir de pretexto para a proibição das viagens interplanetárias.

Foi pouco depois de se tornar um agente que Nei surgiu em sua vida. Em AW 1282, um acidente no laboratório de bio-sistemas deu vida a um experimento que reunia células humanas e de bio-monstros. A criatura que se originou chamava-se Neifirst, ou Nei1, e foi considerada um fracasso pelos cientistas, que tentaram matá-la. Ela escapou, e algo muito estranho aconteceu: uma parte da mente de Nei1 começou a se rebelar contra o ódio que crescia nela, e dessa forma Nei1 se dividiu, dando origem ao novo ser que conhecemos como Nei.

Ao fugir do laboratório Nei era apenas uma criança, e foi adotada por uma família. Mas o preconceito fez com que a população queimasse a casa dela, matando seus pais adotivos. Nei fugiu para Paseo, mas o ódio racial a perseguiu. Rolf a salvou de ser apedrejada nas ruas da cidade, e desde então se uniram como irmãos. É espantoso como Nei cresceu desde então: em menos de um ano, já havia atingido o estágio que vemos em PSII.

Um detalhe interessantíssimo: Como se pode notar em alguns dos desenhos acima, Nei tinha um visual quase felino nos primeiros desenhos. Na verdade, estudou-se a possibilidade de Nei ter uma cauda! A idéia, no entanto, foi logo descartada.

Rudo

A família de Rudo foi assassinada por bio-monstros em AW 1281.

Amy

Amy se tornou doutora no mesmo ano em que uniu-se ao grupo.

Anna

Embora não vejamos muito de sua personalidade em PSII, o compendium diz que Anna é bondosa por trás de sua aparência forte, e que ela é a personagem mais próxima de Rolf.

Kain

Na versão japonesa, Kain é um desastre para consertar máquinas, por isso é tão bom em destruir andróides, e tem uma quedinha por Nei! Porque a Sega americana excluiu isso?

Hugh

O fato mais curioso sobre Hugh é que existem grandes semelhanças entre sua história e a de Hahn, de PSIV. Mas isso é assunto para outra parte dessa matéria.

Shir

Shir é filha da mais rica família de Motávia, e furta por diversão. Nasceu em 1° de abril. Muito apropriado…

Neifirst (Nei1)

Não há muito a respeito de Neifirst no livro… mas só as fotos acima já valem por mil palavras.

PHANTASY STAR III

Seguindo a tendência de ignorar ao máximo o terceiro episódio da série, mal recebido por público e crítica, existe pouquíssimo material sobre PSIII no compendium. Por isso, somei as poucas informações e imagens do livro com imagens presentes no site oficial de Toyo Ozaki, designer de PSIII. As imagens de Toyo são as coloridas.

Temos poucos fatos curiosos sobre o jogo. Na versão americana, o jogo se passa mil anos após PSII, o que significa que a guerra devastadora entre Orakio e Laya ocorreu logo que as naves deixaram Palma em PSII. No entanto, na versão japonesa, de acordo com o Compendium, a guerra de Orakio e Laya começou mil anos após a partida. Eles aprisionaram Dark Force, e mil anos depois o mesmo retornou. Isso situa o PSIII japonês mil anos após PSIV!

Orakio, Miun e Siren

Orakio tornou-se uma lenda ao reunir um exército de robôs para comater o exército de monstros de Laya. Siren e Miun eram líderes desse exército. Orakio morre ao confrontar Dark Force ao lado de Laya, mas Miun permanece viva no deserto de Aridia esperando por seu retorno, até os eventos de PSIII que acarretam em sua morte. Já Siren enlouquece em eventos também descritos em PSIII. Quer saber mais? Jogue o jogo!

Laya & Lune

A famosa guerra devastadora foi iniciada por Laya (que foi iludida por Dark Force) e sua horda de monstros. Ao lado de Lune, o caos se instaurou em Alisa III, até que Orakio e sua tropa de robôs contra-atacaram. Curioso esse fato, já que na versão americana do jogo não se esclarece quem deu início à guerra. Na versão japonesa, o fato é esclarecido na abertura do jogo. Caso vocês não saibam, há alguns anos atrás, a Sega americana não tinha uma reputação muito boa com suas traduções.

Mieu

Wren

Fatos interessantes

  • Mieu foi criada 580 anos antes do início da jornada de Rhis.
  • O Compendium diz que Lena é prometida de Rhis desde a infância, o que é bastante estranho: Como o pai de Rhis permitiu seu casamento com Maia?

PHANTASY STAR IV

Como o Compendium foi lançado na mesma época que PSIV, existem toneladas de informações sobre o jogo.

Chaz

Chaz esteve em um orfanato na cidade de Tiria, mas teve que deixar o local quando seu “patrocinador” morreu. Ele acabou encontrando outros que passaram pela mesma situação, e todos formaram um grupo de ladrões que passou a aterrorizar a cidade. Foram requisitados os serviços de um Hunter para dar conta do grupo, e como você já deve ter imaginado, foi Alys a enviada. O resto é história…

Rika

Vejam só, Rika era para ser Nei. Essa foi a idéia de seu criador, Yoshida-shi, mas como o resto da equipe não concordou, ele mudou o nome para Rika e pintou a ponta das orelhas dela de preto, e todos aceitaram! Ao menos é isso que consta no Compendium. Originalmente, ela seria encontrada em um tanque, semelhante aos do laboratório de bio-sistemas de PSII.

O livro ainda explica qual é o propósito dos numanos, a raça de Rika. Seed sabia que o clima se tornaria severo. Sua funçao era trazer equilíbrio ao eco-sistema dando origem a uma forma de vida que se adaptasse às mudanças climáticas. Assim, Seed estudou as informações do projeto Nei para criar um estágio mais evoluído do ser humano. Além disso, Rika também foi criada com o propósito de unir-se a um humano para perpetuar essa nova raça. Ainda de acordo com o livro, ela seria a “matriarca de uma nova raça humana.” Quer saber se isso realmente aconteceu? Então veja essas imagens impressionantes :)

Esses desenhos feitos por Yoshida retratam Rika vinte anos após PSIV. Yoshida não confirma se os eventos a seguir são ou não oficiais para a série, mas não há porque acreditar que não sejam, já que Yoshida criou Rika. Sim, esse garotinho é filho de Chaz e Rika, e chama-se Rui. Mas onde está Chaz? Simples: Ele está morto! De acordo com Yoshida, não chegou nem aos trinta anos… Depois de sua morte, Rika se uniu à Guilda dos Hunters e se tornou a melhor dentre eles. Ela criou o filho sozinha, e a bandana que aparece usando pertencia a Chaz.

Rui tem oito anos, e está crescendo muito rápido devido ao sangue de Rika (lembram de como Nei cresceu em PSII?) e deve se tornar adulto aos 12 ou 13 anos, já demostrando grande potencial como hunter.

Rune

Seu nome durante o projeto era Latis. Aos 15 anos absorveu a memória e a vontade de Lutz (Noah). Depois disso e de seu treinamento, foi para Motávia se aperfeiçoar ainda mais. Tornou-se então amigo do professor de Alys, o hunter Galf. Rune, Galf e Alys passaram quatro anos juntos, mas após a morte de Galf Rune retornou a Dezóris. E temos uma bela foto do Compendium! Rune com suas vestes de reverendo, que de acordo com o livro, ele detesta!

Alys

Informações sobre o passado da misteriosa Alys: Aos 14 anos, perdeu os pais que foram atacados por ladrões de estrada. Alys foi salva por Galf, que se tornaria seu mestre. Rune se uniria a dupla, mas após a morte de Galf, partiu para acelerar o processo de independência de Alys.

À esquerda, um registro de Alys em um raríssimo momento! De acordo com o Compendium, ela estava em um dia de folga… Ahhh, o senso de humor japonês :)

Wren

Nada de informações sobre ele, mas pelo que eu li o Compendium traz uma impagável história em quadrinhos na qual Wren joga Populous no Mega-drive! Parece tão divertido que vou traduzir o texto para vocês:

  • Quadro 1 - Wren segurando um joystick de Mega-drive: Agora, vamos criar uma montanha…
  • Quadro 2 - A tela do jogo. Wren seleciona a opção “erguer o solo,” mas sua mão “derrapa” no controle e ele acaba criando um vulcão!
  • Quadro 3 - Nesse quadro, vemos um vulcão em erupção próximo a uma pequena vila Motaviana, com casas pegando fogo e pessoas histéricas em chamas :-)
  • Quadro 4 - Wren com uma cara de “Oh Deus, eu estraguei tudo, não é?”
  • Quadro 5 - Forren nos controles de Kuran: “Bem, eu me pergunto como estão as coisas em Dezoris…”
  • Texto embaixo da história: “Qual será o destino de Algol?”

Nota do Orakio: Pago muito bem por essa revista!!! :-)

Demais personagens de PSIV

  • Gryz, Hahn, Kyra: Simplesmente NADA de interessante sobre eles, exceto desenhos (que eu não tenho).
  • Demi: Originalmente, Demi deveria soltar conectores de seus braços para se ligar a Nurvus.
  • Zio: Sabem por quê Zio usa luva? porque sua mão esquerda foi “monsterizada” (na falta de expressão melhor…)
  • Dark Force: Ao que parece, cada forma de Dark Force tinha um nome durante a pré-produção. O primeiro que encontramos era chamado de “Cyber Force.”
  • Seth: Sua aparência foi inspirada em um funcionário da Sega!

Espero que estejam gostando. A próxima parte é ainda melhor…

Fim da Parte 2

Ir para a Parte 3

diversos/reportagens/reportagem_003/reportagem_003_002.txt · Última modificação: 2009/01/13 11:58 (edição externa)

Ferramentas da página