Skip navigation

Fanart: Finding Maia (Marlena Le Cille), de Sarah Waters

E eis que mais uma vez, o seu amigo algoliano que vos escreve neste momento traz mais uma arte fabulosa feita por nossa amiga, também do sistema solar Algol, Sarah Waters.

maiaoflanden

Esta arte da Sarah está sensacional! Para quem não sabe, Maia ou Marlena Le Cille é a garota encontrada desacordada e desmemoriada na beira da praia na introdução de Phantasy Star III SEGA Genesis.

beachmaia

E mais uma vez eu me despeço com esta breve postagem, mas já ansiando por mais desenhos de nossa amiga.

Será que ela ainda vai fazer mais algum? ;-) Fiquem ligados!

Lyle La Mirah por Sarah Waters

Agora temos outra arte belezura feita pela Sarah, só que desta vez de um Personagem de Phantasy Star III, o Lyle La Mirah (Cavaleiro Dragão para muitos), influenciada e inspirada nesta arte do protagonista de Samurai X Rurouni Kenshin.

shapeshifter

Ah! E antes de terminar aqui este texto, MAIS um convite! ;-) gostaria de aproveitar e convidá-los (Você que tem face) a participar da comunidade Phantasy Star Brasil no Facebook:

994419_575419435883796_784680092_n

Por hoje é só! Será que teremos outra arte da Sarah Waters? Esperamos que sim!

Fiquem atentos…

Campanha “Elsydeon no Man at Arms”!

Ecoando aqui a mensagem do meu amigo Wren, do Grupo Phantasy Star Brasil:

* * *

elsydeon_no_man_at_arms

Então galera, vocês conhecem o canal “Man at Arms”? Se não olhe esse link aqui:http://www.youtube.com/user/AweMeChannel?feature=watch

Os caras são “ferreiros modernos” e fazem armas que o publico pede. A coisa é simples, as pessoas assistem os videos e comentam qual arma querem ver no próximo vídeo deles. Já apareceu a Espada do Cloud FFVII, Espada Justiceira dos Thundercats, a Ferroada do Hobbit enfim… Uma cacetada de nerdices legais.
Comentando com um colega de faculdade que estuda sobre os Piqueiros Suíços da Idade media, veio a pergunta ” Pq vc não sugere aos amigos do seu grupo eles fazerem a espada do teu jogo ai?” E honestamente, é uma ótima ideia, então bora por em pratica? Vamos até o canal do Man at Arms e pedir para eles fazerem uma ELSYDEON!!! 

É isso mesmo galera, escrever lá “We want Elsydeon sword of Phantasy star game”, se tivermos muitos comentários e views pode ser capaz de vermos uma feita de verdade cortando coisas no final. Então bora trabaiá!

‪#‎phantasystar‬ ‪#‎manatarms‬

* * *

Vamos lá, rapaziada!

Clonagem de Itens em Phantasy Star II (Mega Drive)

Esta dica foi inicialmente publicada num antigo blog meu que foi descontinuado. Para muitos, não é novidade alguma, e foi descoberta por mim em meados de 1995, num momento de fúria e desespero (muitas coisas acontecem assim em Phantasy Star II), e hoje estou adaptando para o Blog De Algol.

Sem mais delongas, vamos ao “Cheat” se é que posso definir isso desse modo.  Read More »

Phantasy Star Generation 1 em português: de volta ao trabalho!

Tá-dá! Surpresa!

Aproveitei o encontro do grupo Phantasy Star Brasil no fim de semana para revelar a boa nova: a tradução do PSG1 foi retomada, e está indo melhor do que nunca!!! Quem não quiser ler a lenga-lenga toda pode conferir o vídeo, diretamente do encontro do dia 25:

Vocês devem lembrar que o projeto de tradução havia sido suspenso há mais de um ano devido à falta de tempo de nossos amigos rom hackers (http://gazetadealgol.com.br/blog/?p=2053). Havia vários bugs que precisavam ser corrigidos, e não dava para seguir em frente daquele jeito.  Read More »

5º Encontro do Grupo Phantasy Star Brasil!

It’s that time of the year again! Mais um encontro do Grupo Phantasy Star Brasil, celebrando seu segundo aniversário!

banner

Vários dos meus grandes amigos da Lista de Algol vieram de São Paulo até o Rio de Janeiro para essa reunião megadivertida e cheia de surpresas. Faltam-me palavras para descrever como eu gosto desses encontros que o ilustre Wren organiza. Fui buscar meus companheiros de lista na rodoviária e… bom, aí vai o relato completo da nossa farra:  Read More »

Finding Odin art of Sarah Waters

É com imenso prazer que retorno aqui hoje para divulgar a PhanArte denominada Finding Odin feita por Sarah Waters.

Finding Odin art of Sarah Waters

Só é uma pena ela não ter me enviado as etapas da produção do desenho para eu postar aqui também conforme eu fiz com as duas PhanArtes do Soterio que você pode conferir clicando AQUI e AQUI. Mas do jeito que esta, tá magnífico! Continue nos enviando mais desenhos de Phantasy Star, ok, Sarah?

;-p

Ah! E antes de terminar aqui este texto, gostaria de aproveitar e convidá-los a participar de nossa comunidade BRASILEIRA do G+ sobre Phantasy Star

PSBrasil

E por hoje é só! Se der tudo certo, no nosso próximo encontro, traremos mais artes da Sarah Waters, a nossa amiga da Gazeta de Algol.

Fiquem ligados!

Fan-remake bacanudo de Phantasy Star saindo do forno!

E não são aquelas promessas de coisas que só existem em conceito! O negócio já tá quase pronto! Vejam estas imagens impressionantes! ^_^

Se você está lendo este post e não se empolgou com as fotos, diga aí porque terei que avisar a todos que o morto do Necrotério Guaron ressuscitou! Vejam só que bacana! Acabou a tosqueira de termos vários monstros para enfrentar, mas só aparecer um na tela! How cool is that?

O autor do jogo é o Rafael The Esper, e ele nos contou outros babados fortíssimos:

“Algumas novidades em primeira mão para vocês: há uma nova cidade motaviana no jogo, 12 novos monstros, a possibilidade de começar jogando com Odin (Tylon) ou Noah (Lutz) e acompanhar as suas histórias antes de conhecer Alis (Alisa), e o jogo já virá em dois idiomas: Inglês e Português.”

O jogo ainda não tem nome. O autor quer evitar “Phantasy Star Remake”, pensa em algo ao estilo “Phantasy Star Reboot”. Já fizemos algumas sugestões na Lista de Algol, e agradecemos se vocês derem mais sugestões aí nos comentários. Estas foram nossas sugestões:

  • Phantasy Star Reborn
  • Phantasy Star Plus
  • Phantasy Star Enhanced
  • Phantasy Star Extended
  • Phantasy Star Redone

Só tenho uma palavra para o Rafa: euprecisojogarissoagora! ^_^ Assim que sair o jogo traremos novidades!

Uma leitura de Phantasy Star II: a tela-título

Há tempos eu venho tentando emplacar uma jogatina de Phantasy Star II, mas não consigo. Começar eu até começo, mas logo no início, lá pela parte de coletar a dinamite, eu acabo perdendo o pique.

Pois bem, entrei de férias na segunda-feira e decidi investir nisso. Comecei a jogar agorinha, às três da matina, e só de ver a abertura já me deu uma vontade louca de falar sem parar sobre o jogo. Como a sortuda da minha esposa já está dormindo, os azarados são vocês, que vão ter que ler esta lenga-lenga, he he!

Pois então, aí vão as minhas impressões sobre a tela de abertura de Phantasy Star II. Se vocês curtirem eu continuo o papo furado em outro post.

ps2-telatitulo

A tela-título do Phantasy Star II é super intrigante e abre espaço para mil e uma interpretações. Presumo que muita gente vá buscar a história da gênese de Algol lá em Phantasy Star IV para argumentar que as duas mulheres da abertura seriam a Grande Luz e a Escuridão Profunda. É uma explicação coerente e válida, mas honestamente eu acho que essa história toda só foi inventada quando a equipe começou a trabalhar no PSIV, anos depois.

Como geralmente eu prefiro a explicação mais simples, estou mais inclinado a acreditar no que estou vendo: duas mulheres vermelhas e gigantes brincando de bolinha de gude com os três planetas do sistema Algol ^_^

Brincadeiras à parte, dá para extrair um bocado de sentido disso. Por exemplo, o tamanho gigantesco das mulheres faz com que os planetas pareçam pequenos e insignificantes diante delas. A posição dos planetas, cercados pelas duas mulheres, me faz deduzir que o sistema Algol está sujeito aos caprichos dessas duas entidades. Isso me leva a pensar que as duas são deusas, sim, mas vocês podem interpretar essa coisa de deusas de maneira bem ampla, como “acaso”, “destino”, “forças externas”, ou no sentido tradicional de divindades mesmo.

ps2-motherbrain

Ainda que não sejam deuses no sentido convencional da palavra, o supercomputador Mother Brain (acima) e o demônio ancestral Dark Force são entidades controladoras que estão muito além da compreensão de Rolf e seus amigos

Não gosto de ser muito específico nas minhas interpretações, mas se vocês acreditam que as duas mulheres são a Grande Luz e a Escuridão Profunda, essa é uma interpretação totalmente compatível com a minha linha de raciocínio. Mother Brain e Dark Force também se encaixam nesses papéis, se vocês preferirem. O fato é que não importa muito quem são essas mulheres misteriosas, mas sim o que elas nos apresentam: um quadro no qual os rumos de Algol são ditados por forças externas e de imenso poder. Essa visão é plenamente coerente com o que o jogo nos apresenta, e acredito que minha interpretação não esteja muito longe do que os criadores de Phantasy Star II tinham em mente quando bolaram essa imagem maravilhosa.

E vocês, o que pensam disso tudo? Alguém interpreta essa imagem de abertura de outra maneira?

Fan arte da Alis/Alisa

Para a alegria do nosso amigo Paulo Aquino :-) eis que o nosso amigo Soterio Salles/MajinZERO, nos presenteou com mais uma arte, dessa vez da valorosa heroína de Phantasy Star I, Alis Landale ou Alisa Landeel (アリサ) como é conhecida no Japão. Conforme mostrado na arte anterior (Rolf) que você confere clicando AQUI, ele começa com o esboço base…

Image0004

…que serve de base para facilitar a construção do restante do desenho.

Seguido por outro quadro que mostra o desenho ganhando formas características da nossa heroína:

Image0005

Nessa hora o Paulo Aquino deve estar se contorcendo de êxtase! ;-) Eu devo confessar que nem as bolotas da primeira imagem eu conseguiria fazer, se eu conseguisse chegar até essa anterior num desenho qualquer, eu já ficaria muito feliz.

E finalmente vamos para a parte final:

Image0006

Soterio, eu velho, você tem muito talento. Estão aí os comentários dos colegas lá da Retro-Gamers Brasil e até nos comentários da postagem anterior. Só falta você exercitar com desenhos de bichinhos fofinhos e nos presentear com o Myau (ミャウ).

:-)

Gostaria muito de agradecer ao Soterio/MaginZERO pelas artes phantásticas que ele vem nos proporcionado e, claro, sempre esperamos que ele faça mais, pois sempre serão bem vindas.

Deixem nos comentários o que vocês acharam das artes tanto da Alis quanto do Rolf e se quiserem sugerir outras, também podem comentar aí abaixo.

Por hoje é só.

Até logo, povo de Algol!