Skip navigation

PS II Dungeon Torture: Laboratório de Biossistemas

Postado por em 06/08/2014

Ah, Phantasy Star II… que delícia os seus labirintos, hein?

Quem já jogou sabe que PSII é o RPG mais troll de todos os tempos. Os labirintos são infernais, difíceis de navegar até quando você tem um mapa em mãos. As rotas são complicadas, você se perde rapidinho, não dá para salvar dentro deles e ser surpreendido por um grupo particularmente forte pode significar o fim do seu grupo em um único turno. Bons tempos.

Enfim, estou jogando PSII novamente, agora em japonês na coletânea Phantasy Star Collection do Saturn. Como meus tempos de masoquista adolescente já passaram, peguei uns mapas para me orientar, e de posse deles eu consigo perceber ainda melhor como esse jogo é o sétimo filho do capeta. Querem ver?

Laboratório de Biossistemas

Não, esse não é nem de longe o labirinto mais difícil ou complexo de Phantasy Star II, mas é um bom exemplo de como os labirintos do jogo podem torturar a sua sanidade.

O laboratório de biossistemas é apenas o terceiro labirinto do jogo, você vai chegar a ele em algumas poucas horas. Os inimigos não são um grande problema se você estiver bem equipado e num nível razoável (leia-se, se não estiver fugindo de batalhas como um fracote, você já vai chegar aqui num nível bacaninha).

Você precisa fazer duas coisas no laboratório de biossistemas: encontrar a dinamite e pegar a gravação do sistema em um grande terminal no subsolo. E você deve estar pensando, “oba, subsolo, é só descer uma escada, né?”

HA HA HA! Novato, você vai levar uma surra desse jogo! ^_^

Para chegar ao subsolo do laboratório, você precisa subir até o terceiro andar, e de lá cair por um buraco que vai levá-lo ao subsolo. É ou não é uma baita sacanagem?

Mas calma que fica pior, veja só a rota que você precisa fazer no primeiro andar:

biosystemslab1_rota

Você começa na parte sul. O lado leste é roubada, então você vai seguir para oeste, sempre junto à parede externa do labirinto, que “por acaso” é o caminho mais longo :( Observe que há três trechos em que você pode entrar errado, e quanto mais você andar no labirinto, mais monstros vai encontrar. 

Ao norte, você sobe para o segundo andar. Ah, esse andar é fabuloso.

biosystemslab2

Você começa no norte, e a saída está logo ali ao lado… quero dizer, do outro lado dos buracos. Sabe o que isso significa? Que você vai ter que dar a volta completa no andar! E o melhor de tudo é que há várias entradas com caminhos sem saída, buracos para você se perguntar “será que eu tenho que cair aqui?” e um monte de monstrinhos simpáticos.

Paciência, vamos lá dar a volta:

biosystemslab2_rotaNotem como o labirinto trollador parece estar rindo da sua cara ali em cima! Pilantra!

Ufa! Pronto, pegou a escada, vai pro terceiro andar, certo?

ERRADO! Você volta para o primeiro, só que para outra área que você não podia acessar antes:

biosystemslab1_rota2

Ao seguir para o norte, você vai quebrar a cara, porque ali não tem saída e não tem baú. Aí você vai para o leste, entra em uns dois caminhos sem saída (e também sem baús) até achar a escada que vai te levar de volta para o segundo andar. Ok, esse nem foi tão complicado.

Muito bem, segundo andar de novo, mas agora é fácil, basta ir para o norte e subir a escada:

biosystemslab2_rota2

O que mata é que sem um mapa bonitinho nas mãos, você provavelmente já estará totalmente perdido sem nem saber em que andar está, mas vamos em frente.

Vamos lá, terceiro andar!

Esse andar tem duas rotas obrigatórias: uma curta e uma longa. Começando ali da escadinha no lado leste, vamos supôr que você chute a rota norte primeiro…

biosystemslab3_rota1

Rá! Se lascou! ^_^

Você vai dar a volta no andar inteiro, enfrentar zilhões de monstros que vão drenar seu HP e seu TP e topar com uma porta que não vai conseguir abrir! Aí você vai voltar tuuuuuuudo até a escada de onde veio, xingando MUITO os programadores pelo caminho, para pegar a outra rota que vai para o sul:

biosystemslab3_rota2b

No meio do caminho, você provavelmente vai entrar em dois becos sem saída até encontrar a dinamite.

Encontrou? Ótimo, hora de fazer novamente a rota norte, dando a volta nessa bagaça toda, explodindo a porta e caindo pelo buraco:

biosystemslab3_rota3

Legal, subsolo. O sujeito que desenhou esse labirinto deve ter pensado, “o jogador já deve estar com pouca energia, exausto, com a mãe pedindo para ele desligar o videogame… então vamos acabar de f*#$% com a vida desse sujeito”.

A gente cai bem no meio do subsolo, confiram:

biosystemslab4

Esse andar tem duas sacanagens. A primeira: parte do piso está coberta por uma substância que tira um HP de todos os personagens do grupo. Pode parecer pouco, mas considere que sem um mapa, você pode acabar pegando o caminho sudeste, que leva a um inútil antídoto…  e depois, pode seguir o caminho sudoeste, levando a um igualmente inútil poison shot.  Aí, voltando para o meio do labirinto, você decide pegar o caminho leste, que sobe um tempão até um beco sem saída. Sim, há piso que drena energia em todas essas rotas. E obviamente, o andar está entupido de monstros.

O caminho real é o que segue para o oeste, e como você já deve imaginar, você vai para o oeste só para depois poder seguir para o leste ^_^ Tudo isso com monstros e piso drenador de HP! Vejam que beleza:

biosystemslab4_rota1

Aí sim você encontra o terminal com a gravação.

Hora de sair do labirinto. Vamos seguir para a escada no caminho sudoeste (obviamente no extremo oposto de onde você está):

biosystemslab4_rota2

Aqui é que entra a segunda sacanagem. A escada leva a uma área até então inacessível do primeiro andar. Essa área tem a porta de saída, que é exatamente o que você procura… se já tiver pego a gravação no terminal:

biosystemslab1_saida

Mas vamos supôr que assim que chegou ao subsolo, você pegou o caminho sudoeste, subiu essa escada, viu a porta e pensou: será que essa porta me leva até o terminal com a gravação? Se você fez isso, parabéns! Você zanzou pelo labirinto inteiro e saiu dele SEM PEGAR A GRAVAÇÃO 0_0

E sim, eu fiz isso na primeira vez que joguei.

*TUM!*

P A S S A T E M P O   D E   A L G O L

Com toda essa explicação que eu dei, talvez você ainda esteja achando que é tudo muito fácil. Afinal, você viu os mapas inteirinhos, já com as rotas traçadas, com textinho explicando e coisa e tal.

Bom, eu não posso forçá-lo a pegar agora Phantasy Star II para atravessar esse labirinto sem mapas para sentir o drama, mas só por esporte… seguem abaixo os mapas dos quatro andares, sem a rota traçada. O passatempo é: sem colar daí de cima, tente traçar você mesmo a rota que leva do primeiro andar até a gravação no subsolo.

Para dificultar um pouquinho, eu vou misturar a ordem dos andares e tirar a descrição dos baús, ok? E antes que você diga que é covardia, saiba que no jogo também não fica muito claro quando uma escada leva para cima ou para baixo. Vamos lá:

lalala

lelele

lilili

lololo

Agora, se já foi ruim de se achar com o mapa, imagine SEM O MAPA?

E não esqueça: esse é só o TERCEIRO labirinto. O jogo tem quase VINTE 0_0

5 Comments

  1. thiago
    Posted 08/08/2014 at 10:18 pm | Permalink

    Hahahaha, esse jogo é tenso mesmo.
    Sem duvida o mais dificil dos Phantasy Star ^^!

  2. Yoz
    Posted 15/08/2014 at 7:42 pm | Permalink

    Acho que vou começar uma jogatina de Phantasy Star II… Olhando isso, me deu muita vontade…

  3. Old-Hutter
    Posted 15/08/2014 at 8:40 pm | Permalink

    Pedreira pura (ha ha ha ha …)não conseguir ir muito longe na época, somente com emuladores, mapas, savestates, gamegenie, e o caraio a quatro, que consegui terminar essa obra prima. Jogasso.

    Seria menos frustrante se, nos labirintos não houvesse aqueles “canos” ou seja lá o que são, em cima da tudo atrapalhando a visão.

  4. Vinny "Segata"
    Posted 25/08/2014 at 11:13 am | Permalink

    Haha… eu quando zerei esse PS2 anos atrás, fiz graças aos mapas do seu detonado. E o que mais me marcou nesse game é que, mesmo com os mapas nas mãos, se tu for “usurento” igual a mim e sair abrindo todos os baús, ainda sim o desafio é complicado. O que mais me deixou puto nesse jogo foi o espaçoporto de dezóris… PQP, pra que meter um labirinto naquele lugar???? haha… boas lembranças de um sofredor sem um visiofone na bag!

  5. Igor C
    Posted 17/01/2016 at 4:43 pm | Permalink

    E de pensar que quando adolescente joguei e terminei todos os Phantasy Star do 1 ou 4 nos cartuchos originais, que possuo até hoje, sem internet, sem mapa, sem dica, sem códigos, sem nada… na raça e no console, ou seja, não tinha a mamata de ficar salvando a qualquer hora ou local… bons tempos! Voltava do colégio e passava as tardes tentando passar um labirinto destes…

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *
*
*

Mande um email para mim quando alguém postar comentários. Também dá para assinar o tópico sem postar comentários.