Skip navigation

Fanfiction PSIII: A maior dor

Postado por em 26/04/2012

O bom e velho Fernando Raffani mandou mais uma fic para a gente. É facilmente uma das melhores fics lá da Gazeta, e mostra a perspectiva de Maia ao receber de Rhys a notícia de que ele se casaria com Lena, em Phantasy Star III:

E agora, o que faria a Marlena desprezada? Casar com Lyle? Tornar-se uma sacerdotisa virgem do templo de Laya? Ser mandada para um calabouço pelo resto de sua vida? Ser sequestrada por um homem estranho? Achar o amor verdadeiro nos braços de uma mulher? Ser salva por um plebeu gentil? Ainda que algumas dessas alternativas fossem agradáveis, o que eu queria de verdade era casar-me com aquele homem, que eu tanto amara. Era impossível entender sua decisão. Ele não tinha demonstrando tanto amor por mim até o dia do nosso casamento interrompido? O que poderia ter mudado tão subitamente? Eu não podia deixar por isso mesmo. Ele me devia, ao menos, uma boa explicação.

Quer ler tudo? Clique AQUI.

4 Comments

  1. Posted 26/04/2012 at 9:34 am | Permalink

    Tô gostando de ver!

  2. Paulo Aquino
    Posted 26/04/2012 at 8:34 pm | Permalink

    Confesso que vislumbrei uma letra de sertanejo…

    E se tivesse sido a Lena a ter sido rejeitada?
    Não tomo partido nem da Maya nem da Lena, mas não creio que que a forma como a Maya é retratada faça a Lena parecer a Jessie do Pojémon.

    E por que se foca tanto a 1ª geração, e tão pouco os namoros das outras gerações?
    Parece que só vou entender melhor quando eu for jogar Phantasy Star 3.

    Muito bom esse conto, Fernando!

  3. Alan
    Posted 04/05/2012 at 10:21 pm | Permalink

    Confesso que deu um nó na garganta aqui. Já tive que fazer a escolha do Rhys. Já cometi o erro de me apaixonar por duas mulheres diferentes, e ter que escolher uma e magoar a outra. (A diferença é que com o tempo acabei sem nenhuma… bem feito pra mim) E claro que no jogo você não tem tempo de imaginar o lado perdedor da história, parabéns ao autor por ilustrá-la com tanta sensibilidade.

  4. Carlos
    Posted 04/05/2012 at 11:19 pm | Permalink

    É facil escrever sobre alguem que ama o outro com tanta intensidade, mas chega a ser triste pois as chances de encontrar alguem assim são quase nulas pra não dizer impossivel.

    Parabens.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *
*
*

Mande um email para mim quando alguém postar comentários. Também dá para assinar o tópico sem postar comentários.