Skip navigation

A Semana Bizarra de Phantasy Star I – Dia 1

Postado por em 09/04/2012

Devo confessar que não estava em meus planos escrever uma semana Bizarra de Phantasy Star I. Todavia, como eu estou estudando sobre caça de códigos para outros consoles, resolvi largar um pouco o SEGA/Mega CD e Genesis/Mega Drive para brincar um pouco com o Phantasy Star I e, movido por uma pura e genuína curiosidade mórbida, ver se encontro algo secreto, bizarro ou mesmo medonho…

… e como resultado disso, assim nasce a “Semana Bizarra de Phantasy Star I”.

Primeiramente vou dar uma prévia sobre o emulador que você pode usar para inserir os códigos de Pro Action Replay. No caso, o Fusion364.

Bem, não é bem o meu preferido pra games de Master System ou, muito menos, de Mega Drive, apesar de funcionar perfeitamente em ambos. Mas o meio de inserção de códigos é bem simples e vai ser fácil para eu tirar umas ScreenShot’s (Ou screen capture, screencap, screen dump, screen grab, em fim, o famoso Print Screen no teclado de seu computador).

:-p

Vamos lá!

Inserindo PAR Codes em Games de Master System (sms)

Abra o emulador e carregue a ROM (A ordem dos fatores realmente altera o produto) e depois pressione simultaneamente Alt+G ou vá a File > Game Genie / PAR.

Vai abrir a tela a seguir onde você poderá digitar os códigos em “Code:” e nomeá-los para identificação em “Description:”:

Após digitar um código e nomeá-lo, clique em “Add Code” para adicionar os códigos. Todavia, eles ainda não estarão ativos, pois não estarão selecionados:

Para que o código seja ativado, o mesmo precisa estar selecionado (Sombreado). No exemplo da imagem a seguir, você verá cinco (5) Códigos inseridos, mas somente dois (2) ativos (255 Mesetas e Espada Laconiana).

A vantagem do PAR Code (Códigos de Pro Action Replay) é que o efeito é imediato. Bem, ao menos em games de Mega Drive, SEGA CD e Master System, ou seja, não há a necessidade de resetar o jogo para que os códigos entrem em ação.

Assim que confirmado os códigos no game (Dando “OK”), e a partir do momento em que você fechar o emulador, os códigos serão automaticamente salvos (Com o mesmo nome da ROM) num banco de dados dentro da própria pasta Fusion364.

E com isso poderá editar, apagar e/ou acrescentar os códigos que quiser simplesmente abrindo o arquivo .pat num bloco de notas.

Pronto! Agora você já sabe inserir seus códigos PAR no emulador Fusion364 e ativá-los, e com isso poderemos começar a falar das nossas bizarrices.

Catálogo de Cenários

Terei de tomar cuidado quando for escrever essa parte pela seguinte razão:

A composição gráfica de alguns inimigos é diretamente dependente do cenário onde se encontram.”

O que eu estou querendo dizer é que existem alguns inimigos que ficam com o gráfico comprometido se não aparecerem no cenário a qual pertencem.

-Mas como é que funcionam os códigos?

-Simples, basta você ligar o código referente ao cenário que você quer visualizar (Ou mesmo enfrentar uma batalha) e pressionar um botão para abrir o menu (Que ao mesmo tempo mostra o cenário referente ao local onde você se encontra), ou entrarmos numa casa, ou falarmos com alguém na rua, ou enfrentando uma batalha.

Vamos ao catálogo de cenários primeiramente.

Obs: Os códigos que estiverem negritados são códigos que jogador poderá fazer algum uso (Será explicado na apresentação do código).

00C29E:00 Campos de Palma;

00C29E:01 Campos de Palma;

00C29E:02 Florestas de Palma;

00C29E:03 Mar (Diferente da práia);

00C29E:04 Práia;

00C29E:05 Deserto de Motávia;

00C29E:06 Campos de Dezóris;

00C29E:07 Área Vulcânica em Palma;

00C29E:08 Cidade;

00C29E:09 Vilarejo;

00C29E:0A Porto Espacial;

00C29E:0B Área tomada pelo gás venenoso em Motávia;

00C29E:0C Floresta de Dezóris;

00C29E:0D Paisagem Palmana acima de Baya Malay (Sem o Castelo de Lassic);

00C29E:0E Cenário aéreo onde ocorre a batalha contra o G. Dragon;

00C29E:0F Paisagem Palmana acima de Baya Malay (Com o Castelo de Lassic);

00C29E:10 Interior de Residência (Cidade);

00C29E:11 Interior de Residência (Vilarejo);

00C29E:12 Hospital (Cidade)

00C29E:13 Hospital (Vilarejo)

Obs sobre os códigos de Hospitais: embora apareçam sem atendentes, é possível se curar neles normalmente. Ou seja, se precisamos de auxílio numa aventura, basta usar esse código. Mas tendo em mente que o mesmo não funcionará se estivermos em masmorras.

Detalhe Curioso: Se o HP MÁXIMO for menor do que o HP ATUAL (Exp: 50(Atual)|20(Máx) Isso também será interpretado como ferimento apesar de não ser, portanto, será cobrado o serviço de cura nos Hospitais. A mesma regra vale pro MP.

- Mas como é que eu consigo ficar com 50 de HP atual se o máximo permitido fosse 20?

- Com PAR code você pode qualquer coisa.

:-)

00C29E:14 Igreja (Cidade)

00C29E:15 Igreja (Vilarejo)

Obs: O mesmo que aconteceu no caso dos códigos pros hospitais, ocorre no caso dos códigos das igrejas. Pode-se usufruir de seus serviços normalmente (Reviver camaradas tombados e ver a quantidade de experiência para avançar de níveis). Todavia, estes códigos não influenciam no destino dos teletransportes, portanto, vamos dizer que são igrejas impessoais.

00C29E:16 Loja de Armas (Cidade)

00C29E:17 Loja de Armas (Vilarejo)

Obs: Aqui ocorre uma curiosidade interessante, apesar de não terem sido negritados (Por considerar como “não oferecendo utilidade alguma”), serão de fato inúteis se estes forem usados em locais onde não há ninguém (Simplesmente pressionando algum botão para exibir o menu), pois irão exibir quadros vazios sem arma alguma (Na verdade eles vendem o “Nada” por ZERO Mesetas). Todavia, se ligarmos o código e entrarmos num lugar onde já exista uma pessoa, ou conversarmos com alguém na rua, pode (PODE!) acontecer de alguém vender algo (Não necessariamente armas).

Observe as imagens a seguir sobre esse caso:

No exemplo acima eu usei um dos códigos de cenário “loja de armas” e fui falar com um dos guardas nas ruas de Camineet, o curioso é que muito embora ele diga que esta oferecendo armas, o quadro de itens a venda exibe somente alimentos.

Devem ser armas para matar a fome”

:-p

Em resumo, se ligarmos algum dos códigos e seguirmos em direção a alguém para conversar, ele poderá ou não ter algum item para vender, ou mesmo vender algo diferente do que fora anunciado.

Se enfrentarmos uma batalha, infelizmente os inimigos não irão vender nada, mas o cenário de batalha será na própria loja.

:-(

Mas alguns casos ficam bem interessantes…:

Alguém compraria um item de um vendedor com uma cara dessas? Talvez um colar de pérolas?

:-)

Vamos seguindo com a lista de cenários:

00C29E:18 Loja de Alimentos (Cidade);

00C29E:19 Loja de Alimentos (Vilarejo);

Obs: As mesmas observações sobre os códigos dos cenários das lojas de Armas se empregam aqui.

00C29E:1A Loja de Artigos de segunda mão (Cidade);

00C29E:1B Loja de Artigos de segunda mão (Vilarejo);

Obs: Além de valerem aqui as observações dadas anteriormente, cabe um adendo. Caso necessite, pode vender os itens indesejados convocando estes cenários.

00C29E:1C Casa em ruínas;

00C29E:1D Sala do Governador de Motávia;

00C29E:1E Altar do Lassic;

00C29E:1F Cenário de batalha contra o Dark Falz;

Aqui se encerra a Lista de Cenários Possíveis, todavia…

00C29E:20 Cenário todo verde

00C29E:21 Cenário todo verde

00C29E:22 Cenário Verde com as funções do Hospital

00C29E:23 Cenário Verde com as funções do Hospital

00C29E:24 Cenário Verde com as funções da Igreja

00C29E:25 Cenário Verde com as funções da Igreja

00C29E:26 Floresta de Palma

00C29E:27 Cenário Verde com as funções da Loja de Armas

00C29E:28 Cenário Verde com as funções da Loja de Alimentos

00C29E:29 Cenário Verde com as funções da Loja de Alimentos

00C29E:2A Cenário Verde com as funções da Loja de Artigos de Segunda Mão

00C29E:2B Cenário Verde com as funções da Loja de Artigos de Segunda Mão

00C29E:2C Cenário todo verde

Obs: Não cheguei a olhar as demais ocorrências (São no total 255 (Código de 8Bits) e fui até o Hexadecimal 2C que é igual a Decimal 44), mas acredito que todos sejam somente cenários de fundo todo verde. Mas quem quiser testar e nos relatar algo de peculiar, sinta-se à vontade.

Transmutações de Cenários

Não entendo porque às vezes surgem essas idéias bizarras em minha mente. Pior é que sempre aparecem como uma bala perdida louca para ser encontrada:

-Do que se trata afinal de contas?

-É quando você induz a entrada de certos cenário (Via código ou não) já estando com um carregado na tela.

O que acontece se eu exibir o cenário da cidade e ligar o código do cenário do Gás? Olha só o resultado:

As imagens não fazem jus a realidade, pois fica um efeito muito bacana que lembra bastante aquele do Cérebro Mãe no Phantasy Star II.

Para fazer, vá para uma cidade, Camineet, por exemplo, em seguida pressione qualquer botão para abrir a tela de opções e com isso exibir a cidade em visão primeira pessoa, após isso, ligue o código 00C29E:0B (Área tomada pelo gás venenoso em Motávia) para ver o que acontece.

Isso é só o começo do que se pode fazer combinando códigos, mas não espere muita coisa. Vamos agora a algumas situações inusitadas quando se muda o cenário, mas não o evento (Vou ensinar a fazer isso posteriormente).

Um ótimo lugar para se dormir e um governador de uma floresta de gelo.

Um soldado dormindo num lugar não muito apropriado e uma enfermeira atendendo no alto mar.

Sem comentários.

Que maravilha! Um Dark Falz com cabeça de Dragão e o corpo vermelho de raiva e um filhote de Cruz Credo!

:-)

Essa ultima imagem logo acima eu consegui combinando o cenário do Dark Falzl, mas colocando como inimigo o G. Dragon e a outra o inverso, ou seja o Saccubus no cenário do G. Dragon.

Vamos prosseguindo.

Catálogo de Inimigos

Vamos lá a nossa listinha de inimigos e uma surpresinha inesperada no final.

00C2E6:00 Bug dos infernos! Nem pense em enfrentar uma batalha com esse código ligado!

*Sei que isso só vai servir de incentivo só pra pessoa fazer o código só pra ver o que acontece*

00C2E6:01 Sworm

00C2E6:02 Gr. Slime

00C2E6:03 Wing Eye

00C2E6:04 Maneater

00C2E6:05 Scorpion

00C2E6:06 G. Scorpion

00C2E6:07 Bl. Slime

00C2E6:08 N. Farmer

00C2E6:09 Owl Bear

00C2E6:0A DeadTree

00C2E6:0B Scorpius

00C2E6:0C E. Farmer

00C2E6:0D GiantFly

00C2E6:0E Crawler

00C2E6:0F Barbrian

00C2E6:10 GoldLens

00C2E6:11 Rd. Slime

00C2E6:12 Were Bat

00C2E6:13 Big Club

00C2E6:14 FishMan

00C2E6:15 EvilDead

00C2E6:16 Tarantul

00C2E6:17 Manticor

Vamos demonstrar alguns casos de definição manual tanto de inimigos quanto de cenários:

Muito interessante as combinações que podemos fazer com os códigos de cenários e inimigos. Se repararem bem, a paleta de cor dos inimigos influenciam diretamente na paleta de cor de alguns cenários como é o caso do Dark Falz e do G. Dragon. O que acontece é, tanto o corpo do Dark Falz quanto o do G. Dragon são cenários e não Sprites. Outra coisa de que lembrei é que aparecem Motavianos em Palma no Phantasy Star: Deluxe Edition.

Vamos prosseguindo na nossa listinha de inimigos:

00C2E6:18 Skeleton

00C2E6:19 Ant Lion

00C2E6:1A MarMan

00C2E6:1B Dezorian

00C2E6:1C Leech

00C2E6:1D Vampire

00C2E6:1E Elephant

00C2E6:1F Ghoul

00C2E6:20 ShelFish

00C2E6:21 Executer

00C2E6:22 Wight

00C2E6:23 Skull-Em

00C2E6:24 Ammonite

00C2E6:25 Sphinx

00C2E6:26 Serpent

00C2E6:27 SandWorm

00C2E6:28 Lich

00C2E6:29 Octopus

00C2E6:2A Stalker

00C2E6:2B EvilHead

00C2E6:2C Zombie

00C2E6:2D Batalion

00C2E6:2E RobotCop

00C2E6:2F Sorcerer

00C2E6:30 Nessie

00C2E6:31 Tarzimal

00C2E6:32 Golem

00C2E6:33 AndroCop

00C2E6:34 Tentacle

00C2E6:35 Giant

00C2E6:36 Wyvern

00C2E6:37 Reaper

00C2E6:38 Magician

00C2E6:39 HorseMan

00C2E6:3A FrostMan

00C2E6:3B Amundsen

00C2E6:3C Rd. Dragn

00C2E6:3D Gr. Dragn

00C2E6:3E Shadow

00C2E6:3F Mammoth

00C2E6:40 Centaur

00C2E6:41 Marauder

00C2E6:42 Titan

00C2E6:43 Medusa

00C2E6:44 Wt. Gradn

00C2E6:45 Bl. Dragn

00C2E6:46 Gd. Dragn

00C2E6:47 Dr. Mad

00C2E6:48 Lassic (Precisa estar no próprio Cenário)

00C2E6:49 Dark Falz (Precisa estar no próprio Cenário)

00C2E6:4A Saccubus

Agora mais outra demonstração de combinação manual de código com cenários:

Na imagem acima temos alguns inimigos em locais bastante inusitados, como um Zumbí caminhando pelas ruas de uma cidade, o Tarzimal tomando conta do cafofo do Lassic, a Medusa no seu tão merecido lar (Deve ter perdido tudo depois que o Lassic caiu) e o Dr. Mad como vendedor de porções mutagênicas e/ou viróticas. Será que ele tem um T-Vírus ali em alguma prateleira?

;-p

Agora vamos à nossa surpresinha!

Um inimigo totalmente secreto (Mas não se animem muito não) escondido na ROM. Não é o que se imagina em aparência e não dá nem para sabermos o nome dele(a). O código para acessá-lo é:

00C2E6:4B Inimigo muito estranho!!

Veja as imagens dele.

Como existem inimigos que possuem reações catastróficas se não estiverem no seu cenário de origem (Explicarei sobre isso a seguir), tentei variações de cenários para ver se o gráfico dele se arrumava e não tive êxito. Infelizmente não pude controlar a aparição de inimigos em Labirintos (Códigos para labirintos são complicados de se encontrar). Ele tem uma forma totalmente bugada e seu ataque é peculiar (Um PU?@ raio que suga uma quantidade estuprantemente maléfica de energia). Não cheguei a testar com o Cristal de Bayamalay para saber se ele ameniza o ataque.

E olha que a minha defesa estava com 255 de Defesa e HP.

Todavia, se vencido temos algumas surpresinhas bem peculiares.

Nada mais nada menos do que 31855 de experiência, 22281 Mesetas e…

Tcharammmmmm! Um machado de Lacônia.

Alguns detalhes sobre o Enemy John Doe Algoliano:

Teve o raro caso de influenciar nas técnicas;

Seu HP é extremamente baixo;

Ele ataca usando raio;

“Fala” não funciona. Mas Podemos conversar com ele usando algum método especial de comunicação como o “Dica” da Alis.

E é isso! Talvez seja algo anômalo resultante do registro do Saccubus ou mesmo do Dark Falz, já que a ordem hexadecimal dos códigos estão próximos.

Reação Gráfica Catastrófica dos Inimigos

A funções do cenário para a composição gráfica dos inimigos.”

Alguns inimigos (A maioria na verdade) até que tem um excelente comportamento em qualquer que seja o cenário a qual apareça, quer dizer, menos aos olhos dos mais veteranos. Mas não me refiro a isso, me refiro a reações medonhas mesmo, do tipo que se não aparecer no cenário o gráfico do inimigo fica todo bugado.

Vamos a eles:

O nosso velho amigo e vilão Reipard La Shiec (Ou Lassic para os mais íntimos), fica como na imagem acima quando surge num cenário que não seja o seu. E o mesmo ocorre com Dark Falz. Se ambos não estiverem nos seus cenários. A coisa fica literalmente feia para ambos.

Esse monte de entulho esbagaçado aí em cima é o Dark Falz, deve ter ficado depressivo por terem lhe arrancado de seu lar das profundezas da escuridão para colocá-lo, contra a sua vontade, nos campos esverdeados e ensolarados de Palma ou mesmo nas gélidas florestas Dezorianas.

O fato é: “Saiu do cenário, o gráfico buga!”

E assim terminamos o “Dia 1” da nossa Semana Bizarra de Phantasy Star I. Espero que tenham gostado e fiquem no aguardo pois amanhã teremos mais bizarrices.

21 Comments

  1. Orakio Rob
    Posted 09/04/2012 at 9:11 am | Permalink

    Genial, Yoz, genial!!!

    Adorei esse lance do inimigo secreto… deve ter sido algo usado na fase de testes, para os programadores poderem se encher de mesetas e EXP instantaneamente, talvez. Ele parece ter asas de Wyvern… se eu tivesse talento pra isso, tentaria fazer um desenho frankestein, unindo partes de vários monstros, he he…

    E esse Dark Falz + Big Club? Ficou ótimo!

    Adorei os NPCs em lugares inusitados, dei altas risadas aqui!

    Curioso para ver a próxima parte amanhã… parabéns!

  2. J.F. Souza
    Posted 09/04/2012 at 9:26 am | Permalink

    As coisas vão ficar cada vez mais alopradas conforme os dias vão passando.

  3. Heitor Lima Verde
    Posted 09/04/2012 at 10:40 am | Permalink

    Nunca havia me interessado por esse tipo de trabalho, mas li esse com muito entusiasmo e fiquei com gostinho de quero mais. Estou pensando acerca desse monstrengo sem forma. Tá com cara de versão alternativa do Saccubus. Pode ser também algo criado para “combater” um possível uso de game genie. Um monstro especial que só seria “liberado” em labirintos ou em cenário aberto em caso de uma situação “ilegal” de HP, MP, etc. Todavia, fica claro que é um trabalho abandonado antes da conclusão. Mas, de tudo, me pareceu mesmo a parte mais valiosa e importante dessa primeira fase do seu trabalho. Parabéns! Queria ter um filho assim! hahaha

  4. J.F. Souza
    Posted 09/04/2012 at 11:29 am | Permalink

    >Nunca havia me interessado por esse tipo de trabalho,
    R: Sério?! :-) Mas que bom que desse você gostou.

    >mas li esse com muito entusiasmo e fiquei com gostinho de quero mais.
    R: Esse é só o começo. Amanhã teremos mais e vai assim até Sexta Feira.

    >Estou pensando acerca desse monstrengo sem forma.
    R: Cadê o René que não aparece por aqui. Ele, que olhou de dentro pra fora a alma do próprio jogo, poderia dizer alguma coisa sobre isso.

    >Tá com cara de versão alternativa do Saccubus.
    R: O que me confunde é o fato dele usar raios.

    >Pode ser também algo criado para “combater” um possível uso de game genie.
    R: UHAUHAUHAUHAUHA Nada supera o poder do PAR Code!
    :-)

    >Um monstro especial que só seria “liberado” em labirintos ou em cenário aberto em caso de uma situação “ilegal” de HP, MP, etc.
    R: Isso com certeza seria uma excelente idéia.

    >Mas, de tudo, me pareceu mesmo a parte mais valiosa e importante dessa primeira fase do seu trabalho.
    R:

    >Parabéns! Queria ter um filho assim! Hahaha
    R: Não foi nada fácil estudar e catalogar esses códigos. Mas eu gostei do resultado final.

  5. Nidaime Cris
    Posted 09/04/2012 at 12:11 pm | Permalink

    Fico imaginando o trabalho q deu pra fazer e ao mesmo tempo a satisfação de explorar o que parecia já ter sido minuciosamente explorado…
    Qto ao “Enemy John Doe Algoliano”,
    A-D-O-R-E-I! ri mto! seu ataque parece o raio do Magician, mas o contorno do corpo faz lembrar um Wyvern/Serpent/Nessie.
    Estou ansiosa pelos próximos dias!

  6. Filipe
    Posted 09/04/2012 at 6:15 pm | Permalink

    Uau, Yoz! Que legal! Parabéns! Não tenho nada a falar que já não tenha sido dito, mas tô ansioso pelas próximas partes!

  7. yoz
    Posted 09/04/2012 at 10:34 pm | Permalink

    Obrigado pela força Nidaime e Filipe. Apareçam sim para ver o que temos reservado durante os dias que se seguirão.

  8. Posted 09/04/2012 at 10:39 pm | Permalink

    Velho, tu é um maluco por descobrir essas coisas!!

    Sério, ri demais de ver um Mammoth andando por Camineet, uma jovem enfermeira no meio do mar e o soldado dormindo na lava!!

    Mas nada supera esse inimigo bugado ae: o mais interessante é que dá pra matar o “sujeito” e ainda conseguir muita experiência e mesetas, que coisa de maluco!!

    Adoro essas coisas escondidas no cartucho, imagino o tanto de coisa que deva existir num Golvellius ou Alex Kidd in Shinobi World…

  9. Tallarico
    Posted 09/04/2012 at 11:06 pm | Permalink

    Taquepariu, adorei essas montagens d personagens… c colocar um zumbie no DF o q ocorre?/?? Ou o Tarzimal??? mas ai o ataque deles buga ou nao ocorre nada??? krak monta ai uma lista d todas as combinações estranhas!!!

  10. Heitor Lima Verde
    Posted 10/04/2012 at 9:00 am | Permalink

    Será que não dá pra descobrir a forma verdadeira do Enemy John Doe Algoliano?
    Eu penso em duas possibilidades:

    1- Comparar o contorno dele com o de todos os monstros do jogo pra achar o que tenha a forma mais aproximada.
    2 – Com essa história de “reação gráfica catastrófica”, será que esse monstro só funciona num cenário específico? Resta saber aonde! Teria que testar ele em todos os cenários que o jogo permitir. Existe ainda a possibilidade de ele pertencer a um cenário secreto ou deletado. Nesse segundo caso, ficaremos na vontade, ou ainda há a possibilidade de testar diferentes paletas de cores (posso estar falando besteira nesse ponto).
    Enfim… tô postando aqui porque estou esperando o segundo post! =))

  11. Posted 10/04/2012 at 10:26 am | Permalink

    >Velho, tu é um maluco por descobrir essas coisas!!
    R: Nãããããoooooooooooo!!!!!!!!!!! UHAUHAUHAUHAUHA

    >Sério, ri demais de ver um Mammoth andando por Camineet, uma jovem enfermeira no meio do mar e o soldado dormindo na lava!!
    R: UHAUHAUHA Imagina eu tendo essas idéias e rindo sozinho na frente do PC?

    >Adoro essas coisas escondidas no cartucho, imagino o tanto de coisa que deva existir num Golvellius ou Alex Kidd in Shinobi World…
    R: Golvellius eu não testei. Mas Alex Kidd in Shinobi World eu tenho algumas coisa catalogadas. Mas como eu não tenho site pra publicar loucuras de outros games, acho que vai acabar indo pra cova junto comigo.
    ;-p
    Valeu pelo apoio Mestre Cosmão!

    Tallarico, eu cheguei a fazer vários testes. Na verdade ele só insere a paleta de cor do inimigo no corpão do “Darkyzinho”. Não há influência no ataque e coisa e tal. Eu posso até montar algumas combinações estranhas.

    >Será que não dá pra descobrir a forma verdadeira do Enemy John Doe Algoliano?
    R: Eu até tentei. Mas não consegui nada.

    >1- Comparar o contorno dele com o de todos os monstros do jogo pra achar o que tenha a forma mais aproximada.
    R: Acho que fiz isso só com suspeitas, e não com todos.

    >2 – Com essa história de “reação gráfica catastrófica”, será que esse monstro só funciona num cenário específico?
    R: Isso eu cheguei a testar. O problema é que eu não fui testando todas 255 possibilidades de cenários porque quando chega num dado momento, deixa de ser cenário pra remanescer somente um fundão de uma cor só.

    >Existe ainda a possibilidade de ele pertencer a um cenário secreto ou deletado.
    R: Cenário secreto não existe, eu fui até o limite dos existentes, só se eles colocaram pra um ponto muito distante de onde ficam registrados esses cenários. Mas nunca vi isso acontecer, mesmo o Phantasy Star III tinha cenários secretos que não ficavam nos limites hexadecimais, mas no meio dos valores existentes.

    >Enfim… tô postando aqui porque estou esperando o segundo post! =))
    R: O Segundo post já ta na “bucha”.

  12. cristfc
    Posted 10/04/2012 at 1:23 pm | Permalink

    O fishman ficou ótimo no espaço porto…na verdade acho que ele combina com qualquer coisa hehee

    as “cruzas” dos wing eye/own bear também ficaram interessantes…
    Do big club ficou até engraçado…(aliás, não lembro como é o inimigo original, já que joguei o português, nem conhecia esse nome hehehe)

    Com certeza o que mais gostei do seu texto/descobertas foi o inimigo secreto…
    ele tem uma forma de um moscão ou abelhão.. ou essa forma ele usa de outro inimigo?? pergunta que não quer calar: você chegou a testar o inimigos em TODOS cenários? vai que em um ele apareça =[
    pelas mesetas, será um chefe?

    Muito interessante a descrição dos achados após derrotá-lo e as características do inimigo..esses mistérios escondidos nas ROMS são os que realmente sempre gosto mais…

    Acho que não custa falar: imagino o trabalhão que você teve pra descobrir e documentar tudo isso

  13. Posted 10/04/2012 at 1:44 pm | Permalink

    >aliás, não lembro como é o inimigo original, já que joguei o português, nem conhecia esse nome hehehe
    R: Eu nunca joguei a versão norte americana.

    >Com certeza o que mais gostei do seu texto/descobertas foi o inimigo secreto…
    R: E foi um susto quando topei com ele e mais outro susto quando vi o que ele dava quando vencido.

    >ele tem uma forma de um moscão ou abelhão..
    R: Ou Serpente ou Dragão! Tá foda! UHAUHAUHAUHA

    pergunta que não quer calar: você chegou a testar o inimigos em TODOS cenários? vai que em um ele apareça =[
    R: Testei sim.

    >pelas mesetas, será um chefe?
    R: Esse inimigo é bem fácil, seu ataque é que é poderoso pra dedéu.

    >Acho que não custa falar: imagino o trabalhão que você teve pra descobrir e documentar tudo isso
    R: Descobrir não foi tão complicado, mas documentar é que foi complicado, porque tinha de jogar o jogo do começo ao fim várias vezes só testando uma coisa ali e outra acolá. Logo no início das pesquisas dos códigos eu já topo com o de atravessar paredes. Só aí eu já fiquei feliz.

  14. Posted 10/04/2012 at 5:01 pm | Permalink

    Batiza logo esse inimigo de “Azuos Zoy” Quem sabe não fazem ele no próximo Phantasy Star Online?

    Quem descobre novos espécimes não dá nome a eles?

    Aproveita!

  15. Posted 10/04/2012 at 5:17 pm | Permalink

    Já pensou?! UHAUHAUHAUHAUHA
    Pior que eu tinha um amigo que dizia que eu era um monstro, mas aí dar o meu nome a um de Phantasy Star!
    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

  16. Posted 11/04/2012 at 11:49 am | Permalink

    Grande Yoz!

    Desculpe a demora em responder!

    Adorei essa sua postagem que foi muito esclarecedora e empolgante!

    Nem vou ficar falando de tudo que curti senão vai ficar algo do tamanho desse post! hehehe Mas queria ressaltar esses combates em lugares diferentões e variações de inimigos.

    Uma batalha no espaçoporto seria espetacular! Quem sabe uma tentativa de forçar o uso da espaçonave porque descobrem que Alis está indo para Motávia para derrubar Lassic?

    Ou quem sabe um ataque de inimigos em alguma cidade? O inimigo na igreja ficou muito legal e poderia ser um chefão, sei lá. hehehe

    Parabéns mesmo! Vamos para os próxmos agora!

  17. Posted 11/04/2012 at 11:50 am | Permalink

    SENSACIONAL!!! Adorei o post. Tenho que confessar que peno pra entender com tanto código e afins, mas só de saber desse inimigo secreto!
    E o conselho do Leandro Moraes é ótimo, batiza o monstrengo de Azuos Zoy! =D

  18. Posted 11/04/2012 at 12:09 pm | Permalink

    >Nem vou ficar falando de tudo que curti senão vai ficar algo do tamanho desse post!
    R: E qual o problema? :-)

    >Quem sabe uma tentativa de forçar o uso da espaçonave porque descobrem que Alis está indo para Motávia para derrubar Lassic?
    R: O Lassic é auto confiante de mais pra isso.
    ;-p

    >Ou quem sabe um ataque de inimigos em alguma cidade?
    R: Isso seria uma boa. Confesso que já imaginei isso no Phantasy Star II, mas com o ataque dos biomonstros sendo reprimidos pelo sistema cibernetizado de defesa.

    >SENSACIONAL!!! Adorei o post.
    R: Valeu Leo! Apareça mais vezes.

    >E o conselho do Leandro Moraes é ótimo, batiza o monstrengo de Azuos Zoy! =D
    R: :-p

  19. Posted 19/04/2012 at 8:59 am | Permalink

    Só digo uma coisa

    FANTÁSTICO!!!!!

  20. Posted 19/04/2012 at 11:15 am | Permalink

    Tava faltando só você meu velho!

  21. Italo Eneias
    Posted 10/06/2014 at 1:49 pm | Permalink

    Yoz, adimito que não li a parte que você ensina como fazer (ou seja, ia pulando alguns trechos e so deu a metade)
    Mas gostei muito, ri muito do “fique a vontade e descanse”, me lembrou aquele dezoriano mentiroso que me fez cair naquela dungeon!
    O mais awesome foi o GD.Dragon no cenário do dark falz, algum dia irei voltar aqui e fazer essas experiências,aproveitando todo este conteúdo

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *
*
*

Mande um email para mim quando alguém postar comentários. Também dá para assinar o tópico sem postar comentários.