Skip navigation

Várias informações legais sobre Phantasy Star I e II

Navegando pela Internet hoje, acabei “tropeçando” num blog com duas incríveis entrevistas com membros das equipes de Phantasy Star I e II!

As entrevistas, retiradas de publicações japonesas e caridosamente traduzidas para o inglês pelo dono do blog em questão, revelam várias coisas curiosíssimas sobre os dois jogos e sobre o clima que reinava na SEGA naqueles tempos. Tem coisas imperdíveis ali no meio, mas vou resumir os pontos mais importantes para vocês: Read More »

Aleluia! Saiu o PSG1 em português!

Prezadíssimos amigos de Algol,

É com imenso prazer que comunico a todos que finalmente, depois de trocentos anos, de mil e uma reviravoltas e de 344.631 promessas furadas, finalmente botamos nossa tradução do PSG1 para fora de casa! Sim, vocês já podem baixar e jogar, não tem pegadinha!

psg1_0.9

 

Só mais um parágrafo antes do link! É o seguinte: o jogo está na versão 0.9 porque 1) o texto traduzido ainda não passou por uma revisão decente e 2) há alguns bugs conhecidos que estamos resolvendo, mas fiquem tranquilos que o jogo é plenamente jogável como está. Eu poderia segurar o lançamento para quando estivesse tudo perfeito, mas pombas, vocês já estão esperando essa bagaça há anos. Além do mais, meu filho nasceu em outubro, a vida está uma loucura e se vocês forem esperar eu acertar tudo, tão lascados. Fiquem aí com esta versão 0.9, todinha traduzida, plenamente funcional, mas com umas pequenas esquisitices aqui e ali. Encarem como uma morena linda e de corpo escultural, porém meio vesguinha. Sem ofensa às vesgas, eu conheci uma menina vesga que era uma gracinha, a vesguice dela era até charmosa.

Jesus, por que estou puxando esse papo aqui? Espero que a minha esposa não esteja lendo isto.

>>> BAIXE O PSG1 EM PORTUGUÊS <<<

>> MIRROR <<< (para quem recebe erros baixando no primeiro link)

Pronto, taí a criança. Agora, rapidinho, enquanto o arquivo baixa, vamos a fatos rápidos sobre o jogo:

  • O jogo está todo traduzido e pode ser jogado do início ao fim em português. Menus, diálogos, traduzimos tudo.
  • A ISO roda no Playstation 2.
  • A ISO roda no emulador PCSX2 (o Yoz fez um tutorial incrível ensinando a usar o emulador).
  • Encontrou erros no texto ou bugs no jogo? Conte para mim para eu acertar na próxima versão.
  • Segui a nomenclatura do PS1 original o máximo possível, então Noah é Noah mesmo e as magias estão no estilo Fogo 1, 2 e 3, em vez de Flare, GiFlare e sei-lá-o-que-Flare.

 

Nossa história e nossa equipe

Gente, a história dessa tradução é enorme e altamente empolgante. Eu recomendo demais a todos vocês que leiam o relato detalhado de tudo o que aconteceu ao longo desses anos no excelente post do Yoz:

>>> História completa da tradução do PSG1 <<<

Sério mesmo, a história é o máximo. A tradução do PSG1 começou como um sonho no Brasil, virou realidade no Japão, transitou pelo México em um momento de indecisão e, quando tudo parecia perdido, foi resgatada na França. Vale a pena conhecer essa história.

Quanto à equipe:

Tradutores: Jorge Chernicharo, Orakio Rob e Filipe Engleth

Hackers: Rodolfo RG, Ignitz, CUE e Frédéric “Tryphod”

Edição de imagens: Cris “Redfield” Fraga, Demi Goldheart

Agradecimentos megaespeciais ao Plínio “Félix”, do Portal Brasileiro de Romhacking e Emulação (PO.B.R.E), sem o qual o sonho da tradução do PSG1 continuaria sendo apenas um sonho até hoje. Agradecemos também à turma que nos apoiou neste projeto.

6º Encontro do Grupo Phantasy Star Brasil

Mais um ano se passou, e aí está novamente o infalível encontro do grupo Phantasy Star Brasil!

 

Eu já fui a três encontros desses, e todos foram colossalmente bons (leiam o meu relato sobre o encontro do ano passado). A turma é muito divertida, e eu sempre morro de rir. Certamente estarei lá no sabadão para curtir outra vez, e espero que você, prezado leitor, vença a timidez e apareça por lá também! Não importa se você não conhece ninguém, vamos recebê-lo de braços abertos! E sim, você pode levar seu amigo que é fã de Final Fantasy: nós sempre levamos chicotes para o evento e adoramos doutrinar infieis! ^_^

Desta vez o encontro será no Shopping Nova América, em Del Castilho. Começa às duas da tarde, mas provavelmente vai longe! Confiram os detalhes na imagem acima e acessem a página do evento.

UPDATE DO WREN, organizador da pendenga: “Caro Phan, caso não esteja conseguindo entrar no link do evento, acesse o grupo https://www.facebook.com/groups/psbrasil/ que liberarei as solicitações de entrada. ;)

Desconstruindo Phantasy Star: veja como o jogo resolve os combates!

Atenção, pessoal, que isto aqui é coisa fina! Finíssima!

Talvez vocês não conheçam o René “Kilgamma” Dare, um dos mais antigos membros da Lista de Algol. Programador de mão cheia, ele não só criou um excelente emulador de Master System chamado Saya-RX como chegou a “emprestar” o host dele para que eu hospedasse a Gazeta há alguns anos, quando a minha grana era muito curta.

Um dia, o René apareceu na Lista com a ideia biruta de dissecar o código do primeiro Phantasy Star. E conforme ia estudando o código, ele ia liberando informações na Lista — informações inéditas, curiosíssimas, sobre como o jogo funcionava.

Eis que agora, nosso excelentíssimo amigo René preparou uma bela explicação sobre o funcionamento dos combates de Phantasy Star. São informações que vocês nunca viram em lugar nenhum, extraídas diretamente do código do jogo. Dentre outras coisas, o trabalho do René explica como o jogo define quem ataca primeiro, como o dano é calculado, o que acontece quando o Werebat “fica nervoso” e por que um pífio Sworm consegue causar mais danos aos heróis quando eles estão em níveis avançados do que no início do jogo.

Há uma boa dose de matemática envolvida, mas o René ilustrou o texto com exemplos de combate que facilitam o entendimento. Confiram, porque o material é realmente fantástico.

> > Desconstruindo Phantasy Star < <

Fanmade, Capas/Covers de Phantasy Star I

Bom dia humanos!

Há algum tempo, depois de muito conversar com outros “phans” sobre as capas de Phantasy Star, cheguei à conclusão de que não gostava de nenhuma.

Sim, atirem pedras se quiserem, não me importo. Aliás, é ótimo começar um post atiçando uma flamewar, não?  Não?! Ok então… mas continuo não gostando das capas dos Phantasy Star clássicos. Para mim a melhorzinha é a de PSI de Mark III lançada no Japão, a primeira cover de Phantasy Star. Mas até ai era só opinião pessoal, nada demais. E o tempo passou.

phantasy-star-jap

“Capa original de Phantasy Star de Mark III”

 Num belo dia no grupo Retrogamers Brasil do Facebook, um rapaz mostrava uma foto bem contente de um cartucho de Phantasy Star de Master que ele havia conseguido num rolo da vida. Por que vocês sabem né? Hoje em dia temos um garimpo maior, e com mais garimpeiros do que nos áureos tempos da Serra Pelada procurando um cartucho original da série, quando alguém consegue, é pra glorificar de pé pela Grande Luz!  Read More »

PS II Dungeon Torture: Laboratório de Biossistemas

Ah, Phantasy Star II… que delícia os seus labirintos, hein?

Quem já jogou sabe que PSII é o RPG mais troll de todos os tempos. Os labirintos são infernais, difíceis de navegar até quando você tem um mapa em mãos. As rotas são complicadas, você se perde rapidinho, não dá para salvar dentro deles e ser surpreendido por um grupo particularmente forte pode significar o fim do seu grupo em um único turno. Bons tempos.

Enfim, estou jogando PSII novamente, agora em japonês na coletânea Phantasy Star Collection do Saturn. Como meus tempos de masoquista adolescente já passaram, peguei uns mapas para me orientar, e de posse deles eu consigo perceber ainda melhor como esse jogo é o sétimo filho do capeta. Querem ver?

Laboratório de Biossistemas

Não, esse não é nem de longe o labirinto mais difícil ou complexo de Phantasy Star II, mas é um bom exemplo de como os labirintos do jogo podem torturar a sua sanidade.

O laboratório de biossistemas é apenas o terceiro labirinto do jogo, você vai chegar a ele em algumas poucas horas. Os inimigos não são um grande problema se você estiver bem equipado e num nível razoável (leia-se, se não estiver fugindo de batalhas como um fracote, você já vai chegar aqui num nível bacaninha).

Você precisa fazer duas coisas no laboratório de biossistemas: encontrar a dinamite e pegar a gravação do sistema em um grande terminal no subsolo. E você deve estar pensando, “oba, subsolo, é só descer uma escada, né?”

HA HA HA! Novato, você vai levar uma surra desse jogo! ^_^

Para chegar ao subsolo do laboratório, você precisa subir até o terceiro andar, e de lá cair por um buraco que vai levá-lo ao subsolo. É ou não é uma baita sacanagem?

Mas calma que fica pior, veja só a rota que você precisa fazer no primeiro andar:

biosystemslab1_rota

Você começa na parte sul. O lado leste é roubada, então você vai seguir para oeste, sempre junto à parede externa do labirinto, que “por acaso” é o caminho mais longo :( Observe que há três trechos em que você pode entrar errado, e quanto mais você andar no labirinto, mais monstros vai encontrar.  Read More »

Wren Core chegando na área!

Foto minha de formatura de colégio, não reparem. :-P

” Foto minha de formatura de colégio, não reparem. :-P

Bom dia Algolianos, tudo bom? Sou “Wren Core“, o androide parte carioca, parte algoliano que chegou para colaborar com a Gazeta de Algol a convite do “Orakio- Rob”.

Alguns devem me conhecer dos grupos do Facebook e do G+, outros dos eventos realizados no Rio de Janeiro e a maioria nunca deve ter ouvido falar de mim. :-P Diferente do Grande Yoz que manja muito da parte de romhacking, do Orakio-Rob e do Senil que são PHDs em Phantasy Star, Alan que coordena uma grande audioteca só da franquia e do Engleth que é profissional de Phantasy Star II, eu não possuo tanto conhecimento na área (não faço nem ideia de como estou escrevendo no wordpress!), então vou tentar me focar na área mais “phan” com fanmades e na área de eventos presencias, como já faço nos grupos.

Orakio falou pra virar a esquerda da nebulosa de Andrômeda, a Gazeta deve ser pouco ali na frente perto daquela Lua...

” Orakio falou pra virar a esquerda da nebulosa de Andrômeda, a Gazeta deve ser pouco ali na frente perto daquela Lua… “

Espero que curtam as postagens, ainda não mexo bem no wordpress mas vou aprendendo aos poucos. Em breve algumas novidades pra vocês! Fiquem à vontade para me adicionar no Facebook ou G+ para trocarmos umas ideias. Estão todos convidados a participar dos grupos/comunidades Phantasy Star Brasil, de Master System até PS Vita. Nós temos bolos de chocolate lá. ;-)

Saudações de Algol!

Phantasy Star Extended v1.00 já disponível!

UPDATE para a turma que está com problemas para baixar do GitHub, DOWNLOAD AQUI!

UPDATE 2: o jogo pode ser encontrado na seção de fangames da Gazeta. Vou tentar manter o download na Gazeta em dia, mas para ter certeza de que baixou a versão mais recente do jogo, acesse este link e clique em “Download ZIP”. Repetindo: DOWNLOAD AQUI! 

O fangame que gerou extrema ansiedade entre nossos visitantes (ansiedade até demais, tive que editar alguns comentários, rs…) finalmente foi lançado!!!

Screenshot_Enemy

Com vocês, o criador do jogo:

Prezados amigos,

Fico feliz de anunciar que acabo de lançar uma versão do remake do Phantasy Star I, conforme antecipado gentilmente pelo Orakio no post da Gazeta:
Peço que leiam o arquivo leaime.txt, ou então lembrem-se do seguinte:
1. Controles:
<Enter> -> Botão de ação
<Shift> -> Botão de menu
<Esc> -> Botão de cancelar
2. Executando o jogo:
Você precisa ter instalada a Java Runtime Envinronment (JRE).
Clique duas vezes no arquivo .jar ou rode o seguinte comando em linha de comando:
java -jar Phantasy.jar
Abraços,
Rafael, the Esper
O que vocês estão esperando? Baixem logo esse negócio e contem o que acharam!
Valeu mesmo pelo seu trabalho, Rafael! Estamos todos muito curiosos para ver o que você preparou para a gente!

Fanart: Alis Landale, por Soterio Salles

Nossa, como estamos recebendo artes ultimamente! Que beleza!

Geralmente é o Yoz que vem postar essas coisas por aqui, mas o PC dele está dodói, então eu vou ter que “emular” o Yoz. Vamos ver se eu consigo…

Nosso amigo  Soterio Salles/MajinZERO mandou mais uma arte caprichada da Alis para a gente. Como de costume com as artes dele, vamos mostrar a coisa tomando forma diante dos seus olhos. Começando pelo desenho inicial:

Novo Documento

Putz, o cara nem pintou ainda e já tá bom pra caramba…

Mas vamos lá, vamos ver como o desenho fica com cores:  Read More »

Fanart: Finding Maia (Marlena Le Cille), de Sarah Waters

E eis que mais uma vez, o seu amigo algoliano que vos escreve neste momento traz mais uma arte fabulosa feita por nossa amiga, também do sistema solar Algol, Sarah Waters.

maiaoflanden

Esta arte da Sarah está sensacional! Para quem não sabe, Maia ou Marlena Le Cille é a garota encontrada desacordada e desmemoriada na beira da praia na introdução de Phantasy Star III SEGA Genesis.

beachmaia

E mais uma vez eu me despeço com esta breve postagem, mas já ansiando por mais desenhos de nossa amiga.

Será que ela ainda vai fazer mais algum? ;-) Fiquem ligados!